quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Em quem vou votar pra presidente?


Nunca na história desse país se viveu um momento tão crítico diante de uma nação dominada pelo engano de “um prato de comida na mesa”

Depois de tudo que assisti ontem (23.09.14) e da declaração da PresidentE Dilma Russef nas nações Unidas, ainda estou pasmo, acordei pasmo, vou passar o dia pasmo porque de alguma forma, o desabafo do israelita quanto ao nanismo diplomático do Brasil se mostra agora, um ato “profético” que se concretiza oficialmente nas palavras da PresidentE diante do plenário das Nações Unidas.
Aconselhar o diálogo com o grupo do “estado islâmico” é uma atitude tão esdrúxula e tão ignorante que não leva em consideração que de tudo já se foi tentado e que esse grupo não pretende dialogar com ninguém, que seu diálogo é degolar pessoas, crucificar cristãos em praças públicas, enterrar mulheres vivas ou faze-las de escravas sexuais para seus “soldados”. Que seu diálogo é um genocídio premeditado e que sua luta, não tem sequer uma fundamentação racional senão dominar o mundo com este tipo de desgoverno totalitário, teocrático e déspota.
    Com essa atitude, Dilma Russef entra definitivamente para o time de Hugo Chaves e de Mahmoud Ahamadinejad, desce a estatura da peronista Cristina Kirchner e envergonha a nação brasileira com sua atitude murista de ocasião. Ela destoou até do ditador Sírio Bashar al-Assad, que claro, com seus interesses apoiou as ações de combate, mas destoou também de Ban Ki-moon secretário geral da ONU, que apoiou a ação e apenas pediu que fossem minimizadas as baixas civis.
    Vergonha, Vergonha, Vergonha de minha representante, vou dizer a todos através de todos os meios, vou pedir desculpas e dizer aos cristãos de todo mundo que essa não é a posição do Brasil e que com muita esperança esse tipo de governo se encerrará no Brasil a partir de 5 de Outubro
Por isso venho a Público, depois dessa “gota d’água” dizer que...

1.     Lamento quem o Brasil tenha chegado a esta situação, em que muitos estão votando, pelo menos uma classe mais esclarecida, não necessariamente em um candidato, mas em tirar o PT do poder.
2.     A decepção das tradicionais “esquerdas” do tempo ditatorial é muito grande, quando todos estavam “unidos” em torno de um projeto: acabar com a ditadura, mas que depois, ao que parece, “cada cá”, como dizia minha vovó, quis formar a sua própria ditaturazinha. A esponja ideológica que foi o MDB e depois o PMDB se tornou a grande prostituta, compõe com todos de acordo com seus interesses. E esse é um dos “canceres” da nação, aliado ao desvio ou o que me parece mais lógico, revelação das intenções do PT e seus “paladinos da justiça”.
3.     A Social Democracia, que parecia ser na origem, uma boa opção de centro esquerda em busca do equilíbrio, nunca saiu de cima do muro e se perde, como bem disse Luciano Pires, não sabe se comunicar com o povo, não tem a “manha” de um Lula e seus marqueteiros. Me impressiona a incompetência deles nessa área. E por fim, se couber julgamentos, escolhe um candidato dado às “noitadas” para não dizer outra coisa, para comandar uma nação. Mas até aí, fazer o quê? O iluminado graças a Deus EX presidente Lula é um adepto da cana destilada de marca maior, houve um governador em PE que se dizia que depois das 16h não atendia mais por conta do seu “sagrado” Whisky... isso não pode ser mais parâmetro!!
4.     Os demais candidatos não são dignos nem de uma análise, meu tempo é valioso demais para isso... meu Deus escutar aquela Gaúcha no debate me lembrou que a revolução farroupilha deveria ter sido bem sucedida...
5.    Surge Marina Silva e aqui me defronto com a “exclusividade dos inclusivos” os “libertários” e “democratas” que proclamam a liberdade mas execram quem se coloca em seu caminho, que não admitem “largar o osso” e que entram em uma disputa suja, mentirosa contra essa senhora, lançando calunias que me lembram o que Collor e sua equipe fizeram com Lula naquela primeira eleição, a arma é a mesma.
Nunca fiz e não faço campanha política, sou um Bispo da Igreja, pastor por vocação e profeta por ofício. Represento a fé que mais positivamente influenciou a humanidade desde que se tem conhecimento, o credo que lutou contra a escravidão, libertou nações, criou instrumentos dentro de seus monastérios que influenciaram revolução industrial, fez da Bíblia o livro que moldou a alma da civilização ocidental pelos seus princípios em prol da dignidade humana, enquanto no oriente muitos monges estavam meditando para esvaziar as suas mentes os monges cristãos estavam enchendo suas mentes de ideias que libertassem o povo. Esse é o meu credo, essa é a minha fé. Nunca usei minha posição de pessoa pública para ser cabo eleitoral de ninguém, não defendo qualquer candidato publicamente, no entanto, como líder cristão que sou, me coloco em denúncia de tudo que entendo ser corrupto, injusto e ameaçador da liberdade entre outras coisas. Tenho falado publicamente do atual governo, como falei de tantos outros (vide meu blog), porque entendo que eles traíram a confiança da nação e estão levando o Brasil para um Caos, mas, como disse não sou Cabo eleitoral, sequer revelo meu voto. Nesse sentido, sou profeta, teologicamente e historicamente, os profetas estavam ao lado do Rei nas decisões sábias e contra eles nas decisões sem sabedoria e que implicariam em prejuízo para a nação.
Não sou cabo eleitoral de Marina Silva, mas pelas circunstancias de minha atividade, tive a oportunidade, no início desse ano, de recebe-la em meu gabinete, conversar sobre vários assuntos e em seguida a entrevistei em uma conferência de líderes diante de mais de 500 pessoas durante 40 minutos. O tema não era política e sim, liderança diante das adversidades da vida. Li a Biografia de Marina e de fato me impressionou a sua história de vida.
O que posso dizer é que a campanha petista consegue fazer dela uma pessoa diferente do que ela é, a campanha petista é mentirosa isso posso garantir, é sanguinolenta pois se veem, pela primeira vez ameaçados de perder o poder. Antes de subir nas pesquisas Marina era tratada pelo PT como a boa moça que se desviou...
Alguém, recentemente colocou uma frase que me motivou a sair em defesa dessa senhora chamada Marina Silva. A frase mostra a percepção pessoal de alguém que respeito, mas que, democraticamente posso comentar pelo menos, sabendo que também sou respeitado.
A frase que menciono é essa:
Marina é uma carola, fundamentalista, preconceituosa, sem bancada e apoio parlamentar sem experiência e dominada por evangélicos como Malafaia. Um retrocesso para as conquistas que o Brasil alcançou.            
O que tenho a dizer sobre essa frase de alguém que já decidiu pelo voto nulo? Me permita:
Marina é uma carola, fundamentalista _ O fundamentalismo cristão é uma expressão que hoje se usa de forma deturpada. No início do século 20, com a chegada da teologia liberal, da alta crítica cristã e os escritos de Charles Darwin foi publicado um livro de muitos autores chamado “Os Fundamentos” que tratava de colocar claramente os fundamentos da fé cristã. Mas hoje se tem como fundamentalismo uma generalização sinônimo de intolerância e pelo que percebi em Marina Silva, nunca a enquadraria nesse rótulo pejorativo.
Essa expressão, me permita, está revelando sim preconceito. Por que carola? porque ela usa um pitó? um lenço, um vestuário diferente? Por que ela confessa uma fé? O Dalai Lama viaja o mundo com suas roupas exóticas para nossos costumes, fala de paz e justiça, tem seus fundamentos firmes na sua fé budista e se você perguntar a ele sobre a sua fé, o que ninguém faz, provavelmente se defrontará com alguém que não abre mão de seus fundamentos. Nesse sentido eu sou também carola e sei que não sou nem um pouco, porque carola é uma expressão preconceituosa para caracterizar aquelas senhoras católicas romanas, beatas, assíduas à igrejas e intolerantes fechadas em suas rezas e liturgias. Nesse sentido, posso dizer que Marina Silva não é nem carola, nem fundamentalista. Mas que como eu e como cristãos verdadeiros e mesmo como Dalai lama, não abre mão de seus fundamentos.
Preconceituosa_ Preconceito é algo que caminha numa linha tênue entre preconceito e ter um conceito. Se ter um conceito é ser preconceituoso(a) Qualquer um é preconceituoso por não concordar com algo que o outro concorda. O preconceito, é uma ideia preconcebida de algo que não se conhece. É ai que entra o pré... o antes de saber. Por que Marina é preconceituosa? Porque ela tem um conceito formado por suas convicções, que se baseiam em um credo? Ela seria preconceituosa se não admitisse os direitos de quem quer que seja e isso, até onde sei, não aconteceu, pelo menos até onde eu saiba. Eu tenho dito que como cristão, eu tenho um conceito de mundo e, claro, procuro viver de acordo com ele e isso me leva a tomar posições bem definidas em relação aos aspectos sociais e morais da vida. O que faço baseia-se em meu conceito de mundo, respeitando quem pensa diferente, mas garantindo o meu direito de ter um conceito sem ser chamado de preconceituoso. Quem me chama de preconceituoso por isso, ai sim, manifesta preconceito. Não vi em Marina elementos que possam me levar a chama-la de preconceituosa. Como disse, pelo menos até aqui.
sem bancada e apoio parlamentar _ Sem bancada e apoio parlamentar por que? Porque as bancadas estão todas comprometidas com seus projetos de poder, se for por ter bancada, teríamos que votar mesmo em Dilma, e em seu congresso prostituto que levou o Brasil a ter 40 ministérios, quase um para cada partido da chamada base aliada do congresso. Acho que Marina Silva, em sendo eleita, em mantendo suas posições, encontrará sim dificuldades pois enfrentará o PT na oposição, que é outro partido, que voltará às origens do ser contra por ser contra, que não assinou a constituição e que foi contra o plano real por exemplo etc.
sem experiência_ é algo relativo, sua experiência como ministra e parlamentar não são consideradas. não há um curso para presidente, mas há uma história que dá lastro à vida de quem pleiteia e isso em  Marina Silva ninguém pode negar.

O respeitado cineasta Fernando Meireles no prefácio de sua biografia colocou-a como alguém voltada para o amanhã, alguém que enxerga a possibilidade de um outro futuro para o Brasil, mas principalmente para o mundo...

Na perspectiva de muitos, sua reputação internacional foi mais rápida e mais profunda do que a nacional. Marina foi a única Brasileira a convidada para entrar segurando a bandeira olímpica em Londres. o que mostra respeito internacional

O New York Times publicou em manchete " uma filha da Amazônia que mexeu com a política de um pais inteiro “(pré-candidatura, abalando um governo que tinha índices elevados de aprovação)

O jornal inglês The Guardian afirmou que ela era uma das 50 pessoas capazes de salvar o planeta...

Lamentavelmente o conceito de “experiência” esperado de um político está ligado a saber fazer conchavos e ela tem se negado a isso, jogar alguns dos nomes como Sarney, Renan Calheiros, Collor e Maluf para a oposição será muito difícil, mas ela tem afirmado isso e eu gostaria de ver isso acontecer.
...dominada por evangélicos como Malafaia._ Lamentavelmente todo credo, partido, organização tem nomes que não representam o seu todo, esse é um deles. Esse senhor tem prestado um desserviço a fé cristã sem precedentes no Brasil. Não percebo a Marina Silva dominada por ele, nem por qualquer líder evangélico. Sua personalidade nem dá razões para entender a coisa dessa forma. Pelo que percebo e pude perceber em min há conversa pessoal com ela, sua posição difere da dele como o ocidente do oriente. Marina Silva se colocou contra o “casamento homossexual” assim como seu credo prediz, eu também sou contra, como casamento enquanto rito sacramental, que entendemos a fé cristã defende. Mas isso não tem nada a ver com a união civil de pessoas do mesmo sexo. Se a sociedade, parlamento e tribunais aprovam, é um direito de cada cidadão(ã) que paga seus impostos. Apenas defendemos que ninguém pode obrigar nenhum ministro católico, evangélico ou de qualquer credo a celebrar uma cerimônia religiosa de duas pessoas do mesmo sexo. Nisso eu concordo com Malafaia e Marina também defende isso, mas discordo em praticamente tudo mais que ele tem dito publicamente sobre essa questão.

Bom, agora devo dizer que não acho que Marina Silva será a salvadora da Pátria, não há messias nesse sentido, esse país é gigante pela própria natureza, mas tem líderes que são nanicos. Há muito não produzimos estadistas. Mas entendo que o que se tem dito dela em alguns círculos mostra muito preconceito por ela ser evangélica e declarar isso. Nunca anunciei meu voto, mas saio em defesa de uma pessoa que aprendi a admirar pela sua história, perseverança, como sairia em defesa de todos que sofram esse mesmo preconceito, especialmente por se tratar de alguém que partilha a mesma fé que eu e que quando alguém se mostra preconceituoso com ela, se mostra também comigo.

Luciano Pires colunista e comunicador social teceu alguns comentários sobre Marina Silva que me chamou a atenção pelo grau de preconceito religioso e desconhecimento geral. Ele disse:

Não gosto dessa coisa messiânica ungida pelos deuses, da postura carola, do papo de povos da floresta. É autoritária, o que até poderia ser um atributo bom se o tal progressismo não fosse sua bíblia.... sabe quando você vai à igreja ou templo e o padre ou pastor lê aquelas longas passagens bíblicas, absolutamente ininteligíveis, e o povo permanece contrito e respeitoso? Pois é. Muita gente não precisa compreender pra imaginar que tem algo de santo sendo dito lá. Assim é Marina

Esse mesmo Luciano tem em sua página na internet tem essa frase:

"O homem está sempre disposto a negar tudo aquilo que não compreende." 
 Blaise Pascal.

Não sei se ele sabe que Blaise Pascal, quando abandonou as ciências, se tornou um teólogo e pensador, defensor do cristianismo e o maior influenciador dos irmãos Charles e John Wesley, líderes cristãos anglicanos que levaram a Inglaterra a um avivamento espiritual no século 18 e que transformou a Inglaterra em todas as áreas da sociedade, acabando a escravidão, fundando as escolas públicas, reformando e humanizando o sistema prisional, reformando o sistema jurídico e  livrando-a , segundo os sociólogos, de uma revolução sangrenta como a Francesa.
E, a frase mais conhecida de Blaise Pascal não é a que ele cita, é sim essa aqui:
       “Existe um vazio, no formato de Deus no Coração de todo Homem tem”

Esse é um momento muito difícil de nosso país, talvez a maioria das pessoas não tenha ideia disso...  Obrigado por terminar de ler esse artigo

Sim, desculpe em quem eu voto?
1º  turno não voto no PT e em nenhum de seus parlamentares e coligados
2º  turno não voto no PT

A maturidade, como diz Lia Luft, me faz desejar com mais doçura, hoje penso que, com doçura, desejo um Brasil para meus bisnetos, não creio que meus filhos e netos vislumbrarão a terra prometida.

Miguel Uchoa

Bispo Anglicano de Recife

7 comentários:

Wallace Carmello disse...

Isso que aqui foi posto, seria uma cópia fiel do que escreveria. É de arrepiar a opção do brasileiro para as próximas eleições. Teremos de fazer a escolha do menos ruim. Que Deus tenha compaixão de nosso povo.
(Wallace Carmello)

Rodrigo Melo disse...

Parabéns, querido Bispo! Gostaria que toda a Santa igreja Católica se posicionasse abertamente contra o PT. É nossa obrigação como cristãos! Eu votarei em Aécio no 1 turno e em Marina no segundo. Só nao votarei nela no primeiro porque vi que ela é a favor de adoção de crianças por casais homossexuais. Para mim, ja temos uma árdua missao de "aturar" essa prática na sociedade atual, mas daí aceitar que crianças sejam introjetadas no mundo gayzista isso já passa do direito dos dois homossexuais e passa para um outro ser vivo, se é que me fiz entender. Que Jesus e Maria estejam contigo e conosco!

Joaquim Guimaraes disse...

Muito bom , meu querido Bispo. Nos traz muitos esclarecimentos , que muitos precisam , para não errar no dia 05 de outubro nas urnas.

Anônimo disse...

O Brasil podia enviar a dona Dilma e toda cúpula do PT para dialogar com o grupo do "estado islâmico"...

Albertina Meireles França disse...

PERFEITO Miguel!
Parabéns querido. Vc disse tudo que eu penso de uma forma clara, concisa e bastante coerente! Obrigada!

Xêro pra tu!

Betinha

José valter rodrigues lima disse...

Prestado Pr Miguel

Lideranças evangélicas se reuniram em São Paulo para oficializar o apoio à reeleição da presidenta Dilma Rousseff e à candidatura de Alexandre Padilha (PT) ao governo do estado.

O anfitrião do evento, Pastor Luciano Luna, afirmou que o PT se destaca por sua preocupação com a área social e representa a melhor opção de governo, para o País e para São Paulo.

“O estado está saturado de 20 anos da mesma coisa. Existe um sentimento de mudança na governabilidade”, criticou o domínio do PSDB no governo paulista.

O Pastor Rogerio Barrios declarou que o projeto de governo iniciado por Lula e continuado por Dilma é o que mais se identifica com os preceitos do cristianismo por trabalhar pelo equilíbrio social.

“Dilma e Lula fizeram com que a sociedade deixasse de ser uma pirâmide social e se aproximasse de um losango. Por isso, não estamos aqui para converter, estamos aqui como cristãos para participar de um governo coerente”, afirmou.

Ele ainda afirmou que os outros partidos não têm ações efetivas para diminuir as desigualdades sociais. “É inevitável perceber que a política do PT é feita para o Brasil e para o brasileiro”.

Será bispo que como cristãos devemos não devemos ser ponderados nas nossas posicoes? Podemos pensar que apesar de Lula e Dilma não ser Evangélicos estão sendo usados por Deus? A palavra de Deus em Tiago 1.27 diz o seguinte: Para Deus, o Pai, a religião pura e verdadeira é esta: ajudar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e não se manchar com as coisas más deste mundo. A igreja tem que pensar um pouco neste mérito e não apenas condená-los! Sejamos mais misericordiosos, eles não são nenhum islamitas!

Alfrêdo Oliveira disse...

Excelente texto, compartilho e recomendo.