quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Direitos humanos, Diz-me com quem andas e te direi quem és




Notícia - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou nesta segunda-feira (21), no Palácio do Itamaraty, em Brasília, o 3º Programa Nacional de Direitos Humanos. Um dos aspectos abordados pelo programa é a defesa do projeto de lei do casamento gay, que permite a união civil entre pessoas do mesmo sexo.
De acordo com o material divulgado à imprensa pela Secretaria de Direitos Humanos, que coordena o programa junto com outros 30 ministérios, além de apoiar o projeto sobre união civil, o programa prevê que os sistemas de informação pública passem a considerar como informações autodeclarações de gays, lésbicas, travestis e transsexuais. O projeto defende ainda que travestis e transsexuais possam escolher seus nomes em documentos sem necessidade de decisão judicial.
Símbolos religiosos
Outro tema polêmico do programa é a criação de mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos da União. O programa prevê também a inclusão no currículo escolar do ensino da diversidade religiosa com destaque para as religiões africanas.
Fonte : Globo.com

Os direitos humanos são direitos jamais alienáveis, tenho reiterado isso em todas as minhas colocações. Mas o que está acontecendo no Brasil, em algumas áreas, não é simplesmente uma luta imparcial para estabelecimento de direitos humanos a cada cidadão. Não preciso mais dizer que a parceria civil deve ser um direito a qualquer cidadão, hétero, homo ou qualquer tipo de sexual que entenda-se existir. Não é necessário também dizer que é patético juntar-se dois homens ou duas mulheres com damas de honra e valsa nupcial e juntos(as) subirem ao altar como se isso fora casamento. Simplesmente patético.
Que quiser se unir a outra pessoa, seja lá qual for o objetivo, deve fazer segundo a sua consciência. Mas chamar de casamento, não isso não é casamento...pense comigo, não casa porque não encaixa, não cumpre o propósito, não se completa. Não se completa porque na criação foi feito homem e mulher para que se completassem. Um casamento deve ter suas particularidades , deve ser hábil a educar filhos estáveis, sob a orientação de um homem e de uma mulher porque isso é necessário. Um casal de homossexuais que adota uma criança está expondo-a a ausência de uma educação completa, onde traços masculinos e femininos serão expostos e ajudarão na formação do ser.
Quantas vezes você já escutou de uma criança com problemas que ficou claro que a ausência paterna, a figura masculina fez falta naquela formação, assim como a figura e presença feminina. Uma criação com pares homos será uma criação homogênea e nós precisamos do heterogêneo em nossa formação.
Quanto aos símbolos religiosos, ora se o estado é laico, que se retire os feriados religiosos também e quanto a isso sou plenamente a favor. Porque o país para no dia de Aparecida? E porque não para no dia 31 dia da reforma protestante ou no dia de Zumbi, ou de uma entidade qualquer dos cultos africanos? Não seria isso direito humano também, já que ter uma cruz numa sala está sendo julgado como contra esse direito? Gostaria de ver a coragem do presidente Lula e do seu governo comprar a briga contra a Igreja Romana e suspender os feriados religiosos do pais. Ao contrário , ele se rende e faz concessões...
O nome disso meus prezados é o que acontece nas ações do governo federal e se chama incoerência e conveniência. Luiz Inácio é mestre nisso, ser incoerente faz parte de seu DNA. Se o Filme filho do Brasil mostrar todas as nuanças dessa história, em alguns momentos poderá parecer que é a história de outra pessoa. O ensino religioso num estado laico deve ser opcional. E assim será sempre eu espero. E deve mostrar a diversidade, mas sem ênfases em qualquer culto, como parece o texto pretende.
Que faz fala em direitos humanos e recebe com honras o presidente do Irã e se deleita com Fidel Castro, e vive de conchavos com los Locos Chavez e Morales... não tem qualquer autoridade no tema.
Agora me permita uma palavra aos líderes cristãos e enfaticamente aos evangélicos. Vocês que se vendem aos políticos em épocas de eleições, que trocam apoio por tijolos cimento e outras coisas, que levam suas igrejas a apoiar esse ou aquele candidato numa negociação vergonhosa, manchada de interesses pessoais e corporativos, que confundem apoio político com negociata, com trocas nojentas... vocês envergonham a imagem do evangelho com esse tipo de alianças.
Vocês que recebem o político em seus púlpítos, cedem a tribuna sagrada para alimentar lobos em troca de vantagens... e que nesses momentos esquecem que esses homens e mulheres são exatamente os que estão construindo e oficializando aquilo que o evangelho condena.
Vocês que recebem, ou desejariam , ou gostariam de ter em seus púlpitos a ministra Dilma que recentemente esteve em uma igreja pentecostal do Brasil saudando a todos com a Paz do Senhor, mas na Bahia em seguida saudou a todos com o aché, e no norte do pais saudou a santa do Sírio de Nazaré
Pensem em seus atos e não sigam a incoerência do líder nacional. Já basta ele, e nunca se esqueçam que ele acha que Jesus faria aliança com Judas.. e vocês fariam com quem?
http://www.mj.gov.br/sedh/pndh3/pndh3.txt
http://www.youtube.com/watch?v=fK4Tqpckjo0

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Pera ai, já estão querendo misturar natal com religião!!



Uma empresa realizava a sua confraternização de natal, muitos falaram, homenagearam os chefes, falaram dos avanços, mencionaram estratégias que deram certo.. até que chegou a vez de um funcionário falar. Esse rapaz começou a falar do sentido do natal e mencionou o nascimento de Jesus Cristo que é o nosso salvador.. e daí, alguém da plateia disse a seu vizinho... Pera ai, já estão querendo misturar natal com religião...

Estamos vivendo esta época “ mágica” que é o período natalino. Existe no ar algo especial e isso é incontestável. Preste atenção, um sorriso se expressa com maior facilidade, um gesto de solidariedade é mais comum, e parece que olhamos mesmo para o mundo e para o próximo, com um olhar mais divino e menos interesseiro, mais amoroso e menos rancoroso, mais perdoador e menos vingativo.. esse é de fato, um tempo especial.
É pena que seja um período tão fugaz uma época tão passageira... você pode imaginar se vivêssemos assim os 365 dias do ano? Algo mudaria na sociedade humana. Teríamos uma sociedade mais humana e mais justa, mais fraterna e mais compreensiva, mais altruísta e menos interesseira.
Mas o que estamos celebrando para que as pessoas mudem tanto assim? Para mim, não sobra nenhuma dúvida, ainda é o Espírito de Deus, que celebra a natividade do Senhor Jesus que ainda consegue vencer tantas barreiras, saltar tantos obstáculos e fazer com que o ser humano veja as coisas por outra ótica.
Sim, quando chamamos a todos para celebrar o natal, estamos chamando para a celebração da vinda do Senhor, do cumprimento de inúmeras profecias, do propósito de Deus realizado, da maior demonstração de amor de todas as eras, Deus encarna, se faz ser humano e habita entre nós. Estamos celebrando o Emanuel, Deus conosco...
Mas, lamentavelmente muitos tem vivido um natal sem Cristo, mesmo isso não fazendo qualquer sentido. O natal apenas das festas, da comida e da bebida, de uma mesa farta e de muito congraçamento, o que entendo ser positivo. Mas não se completa se nesse natal, não tiver lugar para a manjedoura, para o menino Jesus.
O natal sem Cristo é tão sem efeito que seu poder se encerra e se empacota junto com os adornos, o presépio(mesmo meio fora de moda) e a árvore de natal. O natal sem Cristo é um natal pagão, agnóstico, meramente humano e assim, não subsiste ao tempo e se apaga com as luzes dos enfeites.
Me impressiona como se consegue fazer uma reversão de sentido em algo tão precioso. Procurei nas lojas, nos shoppings centers, nas ruas e ainda não encontrei nenhuma referência a Jesus Cristo, não vi nenhum manjedoura, presépio nas praças ou coisas deste tipo. Mas, para minha tristeza vi um shopping aqui em Recife, cujo tema natalino é o garoto, mas o garoto Pinóquio!!! Pasmem, é pura verdade. Em outro centro comercial desses vi até gasparzinho, o fantasminha camarada, vi o pássaro piu piu, o patolino.. vi muitos duendes, fábricas de brinquedos...mas , lamentavelmente, não encontrei uma referência ao nascimento de Jesus Cristo.
Eu, e milhões de cristãos em todo o mundo somos ainda daqueles que insistem que esta festa só faz sentido se seu sentido for a celebração do nascimento de Jesus Cristo. Quer uma sugestão arriscada? Aqui vai: Onde você estiver nessa noite de natal, diante de uma mesa, num grupo de amigos mencione o sentido do natal, fale do nascimento de Jesus e perceba a reação das pessoas... alguns poderão dizer ainda assim: Já estão querendo misturar natal com religião!!!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Será que o inferno será mesmo uma estufa?


O SENHOR Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo. Gn 2:15

Não sou de me orgulhar de estruturas humanas, que em minha percepção mostram aqui e ali mais sinais da queda do que da santidade sejam elas de qualquer tipo. Mas, posso dizer que me agrada bastante fazer parte de uma igreja que traçou de maneira tão holística e integral e lúcida a sua perspectiva missionária.
A conferência dos bispos anglicanos de Lambeth em 1988 definiu a missão da igreja da seguinte forma:

A Igreja existe no poder do Espírito para:
a) Proclamar as Boas Novas do amor reconciliador de Deus em Jesus Cristo;
b) Batizar e nutrir a quem passa a crer em Cristo;
c) Responder às necessidades humanas com serviço zeloso;
d) Trabalhar pela transformação da sociedade de acordo com os valores do Evangelho;
e) Salvaguardar a integridade da criação e a renovação da vida na terra.

Estamos vivendo momentos críticos em praticamente todas as áreas das relações humanas, seja ser humano a ser humano ou Ser humano a Deus. Os sinais da queda e consequente distanciamento de Deus, se acentuam a cada dia.
Hoje, enquanto escrevo estas linhas, 192 nações de todo globo estão reunidas na cidade de Copenhague para discutir o futuro do planeta terra. A princípio, tive um lampejo de esperança de que dali pudesse sair alguns avanços, mas na medida em que a conferência acontece e acompanhamos no dia a dia, a decepção começa a fazer parte de meu coração.
Os líderes das grandes potências associados aos líderes da futuras grandes potências ( inclusive o Brasil) tem uma só prioridade, fazer de tudo para que seu país possa continuar crescendo, avançando e poluindo, lançando gases, e colaborando para que o efeito estufa se acelere.
Me parece as vezes um jogo de crianças que ficam esperando para ver quem dá mais, quem ganha e quem perde...
A antecipação de algumas nações com promessas em simples propostas iniciais de que estariam se comprometendo faz parte de um jogo do tipo leilão, que dá um lance e se aguarda para ver por onde caminhará os preços futuros. O recuo já começou, os EUA e a China, maiores poluidores do planeta querem taxar as nações em desenvolvimento que estão em crescimento. Eles cresceram, poluiram tudo, criaram a estufa e agora querem culpar os outros para que assumam compromissos que eles mesmos nunca assumiram.

Como cristão e concordante coma orientação da igreja que faço parte (Anglicana) me preocupo com o rumo disso tudo. A Bíblia diz que nós devemos cuidar deste Jardim ( Gn 2:15), mas parece que estamos fazendo dele um verdadeiro lixão. Não tenho visto pronunciamento de líderes cristãos e até aqui, nem mesmo ví o Bono, presente sempre nestes momentos como cristão ativista, passando pelas ruas de Copenhage.
Salvaguardar a integridade da criação e a renovação da vida na terra é tarefa também nossa, e deve ser associada à nossa missão. Não haverão pessoas a serem evangelizadas se antes forem consumidas pela estufa que está se tornando nosso mundo, É mandato de Deus, zêlo pela criação. Pode parecer simplório, mas desde um papel jogado no chão até a poluição do riacho em frente a sua casa, o uso indiscriminado de produtos químicos, de energia fóssil etc... deve ser vista por cada cristão como parte de sua missão.

Não espero muito de Copenhague, mas espero que o Espírito de Deus sopre em nossos corações e que acordemos para esta tarefa que também é nossa. Porque a essa altura estou me perguntando: Será que o inferno será mesmo uma estufa.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O que estamos celebrando neste período?


Estamos vivendo desde a última semana, o período do calendário cristão chamado de advento. Advento significa chegada, vinda. Na perspectiva cristã, o advento é a expectativa da celebração da vinda de Jesus, a natividade de Cristo. Este período é celebrado de diferentes maneiras em diferentes tradições e com muita diversidade, mas todos apontam para a celebração da natividade de Jesus Cristo.
O que me chama a atenção é a maneira que a secularização tem chegado à sociedade dita cristã, que , ano após ano, vem se afastando da celebração das festas cristãs, ou pelo menos do verdadeiro significado delas. Isso vem acontecendo desde a Páscoa até o natal.
Visite qualquer shopping center em sua cidade e sinta-se privilegiado se neles você encontrar qualquer referência ao natal como celebração do nascimento de Jesus Cristo. Criaram um outro natal, celebram outra festa e o que resta é um pouco do espírito de paz porque de fato as pessoas mudam nesse período do ano. Um sorriso é entregue com mais facilidade, o socorro a um necessitado é quase que compulsório, confraternizar uma obrigação, homenagens e outras atitudes são comuns e atribuo isso ao ainda “espírito do natal” que resta nas pessoas e paira no ar.
Mas a festa esta paganizada, celebrasse um natal sem Jesus Cristo e continua me impressionando como podemos celebrar uma festa sem qualquer referência ao homenageado.
Estive em dois shopping centers aqui no Grande Recife, em nenhum deles pude ver qualquer referência ao nascimento de Cristo, vi casas de duendes, fabrica de brinquedos, neve de isopor, fantasminha, piu piu, mas insistentemente procurei uma manjedoura, um presépio e não pude perceber.
Fui informado que em outro Shopping, o Plaza, em casa forte bairro da zona norte do Recife o tema deste natal é nada mais nada menos que o PINÓQUIO... sim, ele mesmo o garotinho de madeira que ao mentir tinha seu nariz crescido, lembra dele? Este é o tema do natal desta organização.
A cristandade vai perdendo espaço para uma “nova era” de sincretismos, paganizações, misturas e artifícios, Para uma “ nova consciência” um “ novo despertar” algo estranho que com um cinismo impressionante se apodera de tudo que Deus nos deu e transforma seu sentido, muda seu propósito inverte sua mensagem.
Eu continuo com o mesmo propósito e chamo você a se insurgir contra isso. Como? Comentando os absurdos, falando do verdadeiro sentido e celebrando verdadeiramente a natividade do Senhor. Talvez lhe achem estranho assim como um dia perguntei a um conhecido meu “ O que é a Páscoa?” e ele demorou a responder e quando abriu sua boca apenas disse: “ Páscoa é amor, é confraternização, é amizade.. e blá blá blá”
É possível que você escute muito blá blá blá, mas que isso não lhe desanime... siga fazendo a pergunta : O que estamos celebrando nesse período ?

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

The Global Leadership SUMMIT, um privilégio


Durante os 3 dias em que realizamos o SUMMIT aqui em Jaboatão, Grande Recife, eu estive imergido naquilo que tenho chamado de “ Banho de liderança” e, passei a refletir sobre o privilégio de poder ter acesso a palestras e entrevistas de pessoas de uma estirpe de liderança singular, mas pensei também, se não fosse o SUMMIT como eu teria acesso a tudo isso, junto, em um mesmo lugar, com uma atmosfera positiva, musicas de adoração, momentos de arte, relacionando-me com líderes de toda a cidade, gente ocupada que dificilmente posso encontrar, gente de igreja, de organizações, povo de Deus, povo que se surpreende com o que o povo de Deus pode fazer...
Um dos parceiros do SUMMIT Recife ficou impressionado com tudo aquilo e disse “ se soubesse que era isso, eu teria trazido todos os meus gerentes” . Eu sou muito grato a Deus por Ele ter nos brindado mais uma vez com o privilégio desse “ banho de liderança”.
Alguém pode dizer : mas tudo isso em um telão? E eu lhe respondo com a sinceridade de quem esteve ao vivo em Chicago para o SUMMIT 2009 , Durante dois dias eu passei todo o tempo assistindo o SUMMIT olhando diretamente para o telão, fica muito mais fácil, mais perceptível e é exatamente essa imagem que recebemos aqui. Claro que todo o ambiente, a atmosfera, o passeio são parte desse evento quando se vai assistir em Chicago ao vivo, mas quanto a tela, acredite, não fez a menor diferença.
Nessa minha reflexão durante o SUMMIT eu pensei também como seria difícil para um destes líderes ou pastores poder se expor a tudo isso. O custo seria altíssimo. Dou um exemplo: Um de nossos preletores foi o Gary Hamel, professor da London Business School (Escola de Negócios de Londres). Quanto custaria participar de um seminário onde o preletor é o homem que foi considerado em 2008 o “ pensador empresarial” do ano em todo mundo?, o “guru da estratégia” pela revista Economist? o maior especialista em estratégia de negócios pela revista Fortune? e um inovador da gestão sem par pelo jornal Financial Times? Alguém que escreve regularmente para Harvard Buiness Review, o Wall Street Journal e o Financial Times? sinceramente não faço idéia, mas sei que não seria barato acrescido de hospedagens e passagens aéreas...
O que custaria se você incluí-se uma entrevista exclusiva com Bono Vox, com Tony Blair, se pudesse incluir nesse seminário o homem eleito como o Jovem líder global 2007 pelo fórum econômico mundial Andrew Rugasira... Mas além disso você teria direito a assistir palestra do Wess Stafford presidente international da Compassion, uma organização que acolhe milhões de crianças carentes em todo globo...
Além de tudo isso, tivemos o privilégio também de termos esse ano e aqui em Recife, a presença ao vivo de Ronaldo Lidório, pastor e missionário que se dedica a levar o evangelho e dignidade às mais distantes tribos indígenas da África e da amazônia. Esse doutor em antropologia pela Universidade Real de Londres suja as mãos nos igarapés da amazônia e nos charcos das savanas Africanas...
Eu vou parar por aqui e tentar fazer os cálculos ... quanto custaria isso Em Reais ? 4 mil? 5 Mil? Realmente não sei talvez sim talvez mais.. Porém uma coisa eu sei através do SUMMIT isso tudo custaria apenas uma visão mais aberta , empreendedorismo, liderança e disposição para subir a degraus mais altos de liderança e levar os seus líderes consigo nessa jornada. Acrescidos a isso você precisaria investir no máximo R$110,00 e no mínimo R$ 65,00 dependendo do período que faria sua inscrição. Em minha opinião, o custo maior ainda não são os R$ 110,00, Mas um pouco de visão.
O SUMMIT se realiza com muito esforço e muita dedicação de uma equipe que encarnou essa visão e todo o investimento se paga quando recebemos durante o evento, líderes, pastores e pastoras, homens e mulheres que não deixam de dizer “ Miguel, obrigado por trazer tudo isso para nós aqui em Recife” .
Meus queridos líderes e pastores, eu não trouxe nada. Tudo isso faz parte de uma visão que Deus deu ao Pr Bill Hybels e que com ousadia ele levou adiante e Deus honrando a sua ousadia tem levado o SUMMIT a quase 60 países e em 2009 espera-se que 160 mil pessoas tenham participado desse banho de liderança. Por isso posso garantir que foi um privilégio!
Até 2010 se Deus assim permitir

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Lua nova sugere escuridão


Estréia hoje nos cinemas mais um daqueles filmes que já são lançados com bilheteria consagrada e possivelmente recorde de presença. Não sou crítico de cinema, tampouco pretendo ser, mas sou sim crítico de uma sociedade que se afunda, se perde e que vê suas forças se esvaindo numa velocidade razoável.
Aquilo que parece se tornará que uma saga, e parece ser um conto inocente, retrata o momento que vivemos e creio até, incentiva as esquisitices da adolescência por parte daqueles que vivem momentos difíceis nesta fase da vida, como aqueles que elegem esses como seus
“ídolos” .
Qual o mal nisso? Bom, tive que assistir o primeiro filme que se chamou Crepúsculo, fui até o fim, para poder avaliar o que tanto chamou a atenção nisso que se tornou um romance best seller e um filme recordista de bilheteria.
A história de uma adolescente coberta de frustrações de uma família disfuncional, que não suporta viver com a mãe e o padrasto na praias quentes da Florida e decide se isolar com o pai um policial solitário, numa pequena cidade do estado de Washington, sob um frio quase que anual, num ambiente sombrio, nublado ... isolada de tudo e de todos. Seu comportamento é diferente, ela é diferente de suas colegas de escola ( típicas alienadinhas adolescentes), fala pouco, se relaciona pouco, conflita com o pai pela ausência de conversa e por fim encontra na escola um jovem, mais esquisito do que ela, isolado, branco como a neve, lábios encarnados e que desaparece quando o sol brilha.
A razão disso,? Ele é um vampiro moderno de cabelos feitos e com gel fixador, sua esqusitice e de sua família chama a atenção da outra esquisita e forma uma paixão também esquisita.. mas, para um sem número de adolescentes eles são ídolos, são heróis, são diferentes como muitos desejariam ser e se espelham neles.
A certa altura a esquisitice vem a tona quando em uma frase a jovem diz em seu relato da vida: “ Descobri que morrer é suave e bom, viver é que é difícil...” aqui começa o que eu chamo de mensagem subliminar, da valorização da morte, de uma vida isolada, da ausência de relacionamentos e comportamentos saudáveis...
Quando uma jovem angustiada pela possível perda do amor “ eterno” de um vampiro brilhantina diz que morrer é bom, minhas orelhas se levantam e minhas antenas se ligam. O suicídio é hoje nos EUA a 2ª maior causa de jovens entre 15-18 anos, a rebeldia dessa geração, o isolamento como proposta está se difundindo e vejo perigo nisso tudo. Para mim, não passa batido, apenas como um conto, mas tem poder de influenciar uma geração, e influenciar muito mal. Os EUA é a casa dos adolescentes rebeldes a escola de colombine tinha como lema “ The House of The Rebels” ( A casa dos rebeldes) e foram rebeldes que entraram atirando e matando dezenas de adolescentes inocentes em uma lanchonete,e a todo tempo, relatos assim são veiculados e passam a ser uma quase rotina.
Numa perspectiva cristã a eternidade é ao lado de Deus e o amor maior pelo criador, nesta mesma perspectiva a vida é abundasnte e aquele que dá a vida disse " Eu sou o caminho a verdade e a vida..." a valorização da morte sugere desencanto com a vida , mas a fé cristã , segue o que Jesus disse " " ...no mundo tereis aflições, mas tenha animo eu venci o mundo "
Para mim, o que se produz para adolescentes deve ir além de valorizar comportamentos rebeldes, isolados e estranhos ou , quando relatados deveriam mostrar que esses tipos, não encontram nisso a felicidade.
Vejo essa coisa, mais uma vez com cuidado, porque para mim, lua nova sugere escuridão

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Vamos tomar um banho de liderança?!


Quando estive em Chicago para participar do SUMMIT 2009 ao vivo, em Agosto desse ano, postei uma mensagem aqui dizendo que tomei um banho de liderança. Agora, estou convidando você para participar desse banho, aqui mesmo na PAES, em Jaboatão, a partir de hoje a noite. O SUMMIT 2009 está praticamente lotado, restam pouquíssimas vagas. Mas ainda há tempo para você chegar lá hoje a noite e garantir uma delas. Serão momentos de muita presença de Deus, louvor, artes e palestras edificantes para todas as áreas de liderança que você desenvolve.
Hoje iniciaremos comas palavras de Bill Hybels, quando falará sobre “ Ondas inesperadas” , aquelas ondas que surgem de repente no meio do oceano e nos pegam de surpresa. Na vida todos nós vivemos isso, ou estamos sujeitos a viver. Você estaria pronto para isso?
Na medida que nossa liderança se intensifica os desafios aumentam e deve mostrar mais foco... como você tem vivido isso?
Na segunda sessão, assistiremos a Gary Hamel, um professor da London Business School . Considrado o pensador empresarial No 1 pela Wall Street Journal e chamado de “ O 1º especialista mundial em estratégia de negócio” Recentemente uma entrevista sua foi publicada na revista Administração aqui no Brasil. Gary trará para essa sessão uma palavra sobre mudança de paradigma necessária para utilizar o máximo do potencial das pessoas e explicar de que modo as organizações de amanhã serão organizadas.

Por esses motivos você deve pegar as ultimas vagas do SUMMIT 2009. Não deixe passar essa oportunidade.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Bilhete ao “Sr. Lula”... Ele não faria aliança com fariseus...


Nesse momento, com os ânimos mais calmos, acho que posso escrever algo sobre o que disse o Ex mo. Sr. Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva quando afirmou em mais uma de suas declarações intempestivas, para não dizer “ amalucadas”. “ Se Jesus estivesse aqui, faria aliança até com Judas...”
Não Sr Lula, Jesus não faria aliança com Judas porque Ele não tem a vossa estirpe...
Não Sr Lula, Jesus não faria aliança com Judas porque Ele era o Todo Poderoso e assim,não deseja, como o Sr. O poder pelo poder
Não Sr Lula, Jesus não faria aliança com Judas porque Ele não engana nem nunca enganou seus seguidores a vosso exemplo que se elegeu com uma plataforma e no poder assumiu outra antagónica, sob a égide da governabilidade. O Sr. Mesmo sabe que a palavra seria “ elegibilidade
Não Sr. Lula, Jesus não faria aliança com Judas porque Ele veio para amar os pecadores, mas nunca se associou a eles
Não Sr. Lula, Jesus não faria aliança com Judas porque Ele sempre primou por ser integro, justo e fiel, coisa que parece,o Sr. Não dado muita atenção
Não Sr. Lula, Jesus não faria aliança com Judas porque ele abominava gente dissimulada, ao contrário do Sr. Que anda com gente que hoje diz algo e amanhã diz diferente, e de acordo com a conveniência.
Na realidade Sr. Lula, O que Jesus fez foi repelir os fariseus os mestres da lei de então. Se o Sr. Não conhece, veja como a Bíblia é atual Sr. Lula, veja o que ela diz:
Cuidado com os mestres da lei. Eles fazem questão de andar com roupas especiais, e gostam muito de receber saudações nas praças e de ocupar os lugares mais importantes nas sinagogas e os lugares de honra nos banquetes. Eles devoram as casas das viúvas, e, para disfarçar, fazem longas orações. Esses homens serão punidos com maior rigor!” Lc 20:46-47
Sr. Lula, apenas troque a palavra sinagoga por assembleias e orações por discursos. E o Sr. Estará percebendo que são esses que o Sr. Convive, alimenta, protege, defende, negocia e faz tantas alianças, esses são os Fariseus. E com esses Sr. Lula, Jesus jamais quis conversa ele os chamou de sepulcros caiados...
Mt 23:25-28
Sou ministro do Evangelho na Igreja Anglicana em Recife e posso lhe garantir que nem que desejasse o Sr. ( sei que não precisa de mim), esse ministro que vos escreve, franquiaria a palavra na tribuna de nossa comunidade ao Sr. E me permita simplesmente dizer porque, ...sou um seguidor de Jesus Cristo e Ele, Sr Lula, posso lhe garantir, não faria aliança com os fariseus.

sábado, 14 de novembro de 2009

O fim do mundo, quando será?



Ontem foi lançado em todo mundo o filme de Roland Emerich, Dooms day, em português “ O ano da Profecia” . Mais uma super produção com impressionantes efeitos especiais e que com certeza causara grande impacto na mente da sociedade. Mas esse impacto não será causado pela qualidade do filme ou pelo roteiro do mesmo. Na realidade, esse “ roteiro” já está na mente e nos corações dos seres humanos, que vivem numa , quase expectativa, de que este mundo de fato acabe, afinal de contas , estamos tentando acabar com ele mesmo quando o tratamos com tanta negligência .
A Bíblia narra o desejo de Deus em aqui nos colocar. Em Gn 2:15 ela diz que Deus nos colocou aqui para cuidarmos desse jardim. Diante desse mandato e do descaso ao mesmo por parte da humanidade, não é estranho que estejamos levando o planeta ao colapso total. Não tenho dúvidas que haverá um fim, pelo menos para esta dimensão de planeta, creio que , segundo as escrituras sagradas, Jesus haverá de voltar e sua volta iniciará um novo período na história da criação. Mas mesmo assim, me parece lógico que o fim desse mundo esteja mais perto do que longe, pelo esgotamento dos recursos naturais.
Na pós modernidade, com tanta ênfase no individualismo, no prazer pessoal, na vantagem que eu tenha, no interesse próprio em detrimento do comunitário, descarrega-se tanto sobre o planeta, polui-se pelo lucro imediato e os dados são aterrorizadores. A tónica é pelo lucro imediato e o que isso implique no futuro de nossos próprios descendentes, parece não interessar mesmo.
Mas, mesmo com tantos sinais, mesmo apelando-se para um calendário Maia que se encerra em 21 de Dezembro de 2012, mesmo estando diante do temor do fim pela lógica dos acontecimentos... cada cristão tema tranquilidade de saber que : 1º haverá sim um fim e 2º que se ele(a) for um fiel seguidor de Jesus Cristo, aconteça o que acontecer ele(a) estará a salvo dentro do propósito de Deus.
Ao longo da história e em diferentes grupos, sendo eles cristãos ou não, seitas apocalipticas tem tentado datar o fim do mundo e todas elas tem falhado e re-programado suas datas e as falhas continuam se sucedendo. Jesus, em Mateus 24 traz uma descrição do final dos tempos, ela é bem pertinente, mas no verso 36 ele diz : “Quanto ao dia e à hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão somente o Pai. Mt 24:36” O que Jesus nos diz é que ninguém há de saber o dia do fim, ou, não nos cabe este saber.
A mais recente novidade nessa área é o grupo ligado à familyradio que segundo o portal creio esteve distribuindo folhetos com a marcação da data do fim do mundo para 21 de Outubro de 2011 na cidade de Belo Horizonte. ( cf web sites)
O que tenho a dizer nesse particular é que, estejamos atentos, não ao final dos tempos, mas ao presente tempo, pois foi esse tempo que Deus nos deu e aqui nos colocou para que fizéssemos diferença nele. Gostei de um outdoor que esta exposto em vários locais da cidade dizendo assim “ Viver sem Jesus é ruim, pior mesmo é morrer sem Ele”

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Trecho da 5a mensagem da série: Ensina teu filho.Domingo 08/11/2009

Reciclagem de Pais
I. Eu devo respeitar os limites
É importante que entendamos que existem limites a serem respeitados na educação e no relacionamento com filhos.. e é muito importante entendermos isso... Cada criatura tem seus limites, cada um reage de uma forma diante da mesma exposição, cada um desenvolve uma maneira de viver e perceber as coisas quando não entendemos os limites nos tornamos controladores... e isso é muito ruim em uma relação de pais e filhos...
Se há sensibilidade de minha parte para isso, eu respeito o fato de que meus filhos tem limites em diferentes áreas de suas vidas. Por exemplo, eles tem limites em sua...
i. Da Personalidade
Já vimos que cada filho é singular lembra? Cada um reage de uma maneira ao mesmo estímulo isso se deve em parte as particularidades de sua personalidade... veja o que significa isso, vamos ao dicionário
Michaelis . Personalidade. Qualidade do que é pessoal,caráter essencial e exclusivo de uma pessoa, Aquilo que a distingue de outra, (psicologia) individualidade consciente, pessoa.
Neste particular devemos estar atentos ao fato de que precisamos respeitar e ao mesmo tempo estabelecer limites. Não permita que a personalidade de seus filhos, seja ela frágil ou ou fortalecida , possa prejudicar o futuro de suas vidas...
Uma personalidade frágil precisa ser fortalecida e se fortalece com presença, apoio, palavras, atos e muito respeito.
Você respeita os traços de timidez de seu filho e não explora isso. Você trabalha para ajudá-lo, para fazê-lo ver que é possível administrar timidez, e em cada passo de vitória nesse particular você valoriza, destaca e aos poucos, mesmo ele não se livrando da timidez totalmente pode superá-la e conviver com ela regularmente
Por outro lado você estabelece limites para este comportamento tímido. Você não vai simplesmente compreender que seu filho nunca sai de casa, nunca conversa com ninguém, que não tem amigos, que está sempre fora da turma. Isso precisa ser observado de perto.
Você não vai valorizar isso e não vai valorizar quando o estudo, a leitura, a TV, filmes etc.. estejam tomando conta da vida dele(a) ao ponto de perceber que a realidade deles são estas figuras utópicas, suas paixões são platónicas e seus amigos apenas virtuais.
Timidez não é o fim do mundo mas precisa ser observada e os limites de um lado e de outro devem ser colocados ou respeitados. Mas lembre-se personalidade é o ser da pessoa e é exclusivo e por isso deve ser bem compreendido

ii. Das Decisões
Uma das difíceis coisas na vida de ser pai e mãe é isso, respeitar as decisões dos filhos.faça um exame de sua experiência nessa área e veja se não houve situações onde foi necessário respeitar as decisões dos filhos e quando não se respeitou gerou stress familiar, senão outros problemas mais graves. A Bíblia mostra a história de um jovem que decidiu solicitar a herança de seu pai em vida. O pai , respeitou a decisão do filho e mesmo tendo desdobramentos que conhecemos e que se resolveu pelo coração misericordioso do pai, a decisão foi respeitada.

O mais novo disse ao seu pai: ‘Pai, quero a minha parte da herança’. Assim, ele repartiu sua propriedade entre eles. Lc 15:12

Quantas vezes você se viu em situações onde precisou respeitar a decisão de um filho?
Neste particular eu preciso também tanto respeitar como em outros casos estabelecer limites.
Não é correto quando você sempre decide por seus filhos, sempre se adianta e sempre escolhe aquilo que lhe agrada. Isso bloqueia a oportunidade dele escolher certo ou escolher errado e aprender em ambas as situações. Aqui, vai necessitar respeito.
Mas você sabe que é comum os pais decidirem por onde o filho deve ir sempre. Quantos pais que não conseguiram se formar em medicina por ex. impõem aos seus filhos que eles sejam médicos? Advogados etc. Nossas frustrações servem de combustível para alimentarmos a carreira de nossos filhos e olharmos no espelho como vitoriosos dizendo “eu não fui Dr, mas meu filho vai ser...”
Quanta frustração seria gerada se aquela decisão não fosse tomada. Ao mesmo tempo, precisaremos colocar limites nesse mesmo caso. Pela nossa experiência, vivência etc. sabemos que a vida não permite atalhos, atalhos podem facilitar por um momento mas trazem consequências. E com nossa experiência podemos ajuda´-los a evitar os atalhos e os caminhos aparentemente mais fáceis.
Mas a tendência é dizer que porque já viveu mais sabe o melhor e então decide pelo filho, as vezes ajuda, mas não é sempre. Eu poderia contar casos aqui que você consideraria talvez estúpido demais para alguém racional, mas ocorrem e não são poucos
iii. Dos temperamentos
Temperamentos são estudados e conceituados desde muito tempo... inicialmente se trabalhava com 4 possibilidades, e até hoje se acredita que isso cubra a maior parte dos temperamentos...
Colérico, melancólico, fleumático e sanguíneo
Nem todos tem os mesmo temperamento e precisamos por isso respeitá-los e assim mesmo com os demais... cada temperamento tem suas particularidades e precisa de atenção especial e diferenciada
Michaelis: Temperamento. Conjunto das disposições orgânicas de um indivíduo,caráter constitucional, moral, génio, índole, comedido, moderação, temperança
Temperamento tem a ver com a minha reação diante dos fatos, a minha postura diante de cada situação. Cada pessoa precisa saber que o mundo não gira em torno dela, que ela não pé o centro de todas as atenções e que deverá haver sempre esforço da parte dela para viver melhor.
Quando não colocamos limites no temperamento das crianças elas crescem insuportáveis, donas de cada situação.
Pais corrijam e atentem para os excessos no comportamento temperamental de seus filhos antes que eles pensem que em todas as situações , tudo tem que se adequar a eles e da maneira que eles sejam... Por fim preste atenção nessas considerações na hora de colocar limites
a) Reconhecer que dificuldades não são por culpa dos filhos (contestar os limites é uma atitude normal em crianças e adolescentes).
b) Ter muita paciência, persistência e dedicação. É preciso ser mais persistente que a criança.
c) Ter afeto e amor incondicional, mesmo nas horas mais difíceis.
d) Reconhecer que educar é um processo longo, repetitivo e cujos resultados não são imediatos.
f) Reconhecer as próprias limitações (os erros, o fato de algumas vezes estar cansado e que é normal perder a calma em algumas situações).
g) Combater o sentimento de culpa por não atender a todos os desejos dos filhos.

II. O que eu faria se fosse criar meus filhos hoje? 10 possibilidades

i. Eu me informaria mais a respeito de como criar filhos
ii. Eu investiria mais de meu tempo de qualidade com eles
iii. Eu teria tido mais paciência com eles
iv. Eu teria orado mais por eles e com eles
v. Eu teria orientado melhor no caminho da fé
vi. Eu teria falado mais francamente a respeito desse mundo
vii. Eu teria sido menos severo nas disciplinas e mais compreensivo nas suas dificuldades
viii. Eu teria respeitado mais seus limites
ix. Eu teria amado mais meu cônjuge
x. Eu teria me preocupado mais em ser um exemplo para eles

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Trecho da mensagem " Erros que os pais cometem" 4a da Série " Ensina teu filho" Domingo 01.11



1. Eu erro quando não disciplino meus filhos
Disciplina será sempre um questão dividida no que diz respeito à criação de filhos.. sempre haverá aqueles que defendem um lado e outros que defendem outro lado..Mas isso diz respeito as medidas. O princípio Bíblico, é muito claro e é esse aqui:

Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados. Hb 12:11
Disciplina é algo necessário e indiscutível...as consequências de uma criança criada sem qualquer disciplina pode ser percebida sem dificuldades. Pais que não deram disciplina aos seus filhos por algum motivo sofrem com isso no futuro e já ouvi muito arrependimento por isso. Já escutei de duas partes, por ex. Já escutei gente dizer que excedeu toda a razão na disciplina e isso é um erro...
Erro quando a disciplina excede a razão
Pais que criam seus filhos em uma disciplina militar, numa opressão constante, onde existe uma aparência de respeito, mas que são oprimidos como animais que aprendem pela força, mas na primeira oportunidade fazem o que querem.
De que adiante criar filhos que parecem soldados, que baixam a cabeça, tem terrível medo de errar por conta das consequências que serão dramáticas
De que adianta criar filhos com uma rigidez disciplinar que ela cresça sem saber o que é o verdadeiro amor e nunca entenda porque esse amor, dito verdadeiro...dói tanto
De que adianta criar filhos que temam e tremam na presença dos pais
De que adianta criar filhos que na maior parte do tempo somente escutou, pare, não, saia daqui, ñ pode...
De que adianta criar filhos sem que conheçam ou entendam de fato, e por experiência próprio, o gosto do amor, o sabor de um carinho sem a contradição de ser em um momento uma bênção e em outro uma maldição..
Quem cria filhos assim, cedo ou tarde se arrepende. No Séc XXI, me admira que ainda existam pais que só conhecem uma maneira de disciplinar seus filhos.. batendo neles...
Me admira, no séc XXI ainda não tenhamos percebido que o tamanho e o peso desta mão significam muito.
Por favor, ninguém me aborde com fundamentalismo bíblico de comparações do AT que sequer tenho tempo para detalhar agora.. mas posso adiantar que aqueles que interpretam literalmente que deve haver uma vara na educação dos filhos. Se abstenham de comer camarão, caranguejo, que deixem os pratos de lagosta na mesa quando forem servidos... e que seus cabelos devem tocar o chão sem poder cortá-los...
Por outro lado
Erro quando há ausência de disciplina
Vimos acima a importância de uma vida disciplinada, consciente... sabemos o valor dos limites, sabemos o valor da correção.. e criar filhos sem disciplina é levá-los para o buraco negro da existência...
A Bíblia diz que os pais disciplinam seus filhos...
...Ora, qual o filho que não é disciplinado por seu pai? Hb 12:7
A Bíblia fala de disciplina, de instrução de exemplo, de vida..lembra do texto de DT, ensina em todo canto. Quando há excesso deve haver disciplina, deve haver privação, deve haver alguma das tantas estratégias de fazer uma criança entender que existe limites e que quando ela os ultrapassa ela sofrerá consequências
Crianças criadas sem disciplina serão futuras pessoas problemáticas, são elas que criarão problemas para a sociedade, são elas que serão as diferentes, rebeldes, perturbadoras...
A Bíblia diz que uma criança está repeleta de quê? Preste atenção nisso
A insensatez está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a livrará dela. Pv 22:15
Escutei recentemente sobre pesquisas que foram feitas e que mostram alguns resultados diferentes de tempos passados. Achava-se que o cérebro de uma criança na faixa de 5 anos já teria apreendido todo o necessário (básico) para a vida.. Recentemente se descobriu que ainda na faixa de 12-16 anos o cérebro não está totalmente formado, ou seja nossos adolescentes tem um problema cerebral a ser resolvido...
E isso os leva a ter comportamento que naturalmente, nós, com nosso cérebro “formado e resolvido” não entendemos. Por isso que a disciplina deve fazer parte da formação até uma certa idade... porque depois ou aprendeu ou dificilmente aprenderá.
Por conta do pecado a criança nasce com a tendência à rebelião, ao egoísmo.
A 1ª palavra que ela aprende é “ É MEU “e a 2a é“NÃO” tende a mentir, e faz tudo para ter aquilo que deseja...O que a bíblia ensina é que se os pais não disciplinam, não bloqueiam essa tendência natural.. ela penetrará no seu mais interior e essa criança poderá ter problemas na posteridade, mexendo com seu quadro de valores. veja isso.
Quem se nega a castigar seu filho não o ama; quem o ama não hesita em discipliná-lo. Pv 13:24
Começa por ex. Quando Patrícia mentiu por um bom bom aos 5 anos... e ninguém faz nada.. mas aos 13 anos mente onde estava na noite anterior... mas ninguém faz nada ..isso é assim mesmo.. mas aos 23 anos Patrícia mente no trabalho seu chefe tem que demití-la... Patrícia aos 33 se divorcia do marido porque ele percebe que ela nunca fala a verdade..
Aqui está o resultado de uma mentirinha, da linda Patricinha... aos 43 é uma pessoa isolada...
Mas nunca esqueça que mostrar os limites inclui mostrar o que você espera, não explorar suas fraquezas, entender que eles erram, valorizar seus esforços...
E algo poderoso pode sair de seus lábios que podem trazer muita cura.. e a palavra é “perdão” errei com você.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A Reforma protestante e a minha vida


No dia 31 de Outubro de 1517 o monge Martinho Lutero oriundo de um mosteiro agostiniano , afixou às portas da Igreja do Castelo de Wittenberg, local onde se costumava colocar avisos da Universidade, suas 95 teses que combatiam a corrupção e a decadência doutrinária na Igreja de então. Esse ato, deu origem ao movimento chamado de Reforma Protestante.
Mas o que a Reforma Protestante tem a ver com a minha vida cristã hoje? Deixe-me responder isso em 4 partes que na realidade constituem as colunas desta reforma.
1. Sola Gratia (somente a graça) Ef 2:8
Lutero, na leitura apurada da Bíblia, percebeu que a salvação era exclusivamente uma ação da graça de Deus. E assim entendemos que não somos salvos pelas obras, por aquilo que fazemos. Isso tem a ver com a sua vida, pois todo esforço que você puder fazer, toda obra que efetuar, toda boa vontade que desenvolver, não lhe levará ao céu, não lhe trará a salvação da alma. Somente a graça de Deus pode fazer isso. Isso tem a ver com a minha vida e espiritualidade!
2. Sola Fide ( Somente a fé) Ef 2:8b
A Reforma protestante afirmou que a salvação é exclusivamente recebida pela fé. Hb 11:1, ...a certeza das coisas que não vemos. Hoje existem muitas crenças baseadas em pessoas e coisas palpáveis, a fé salvadora é a fé no Deus invisível. Isso tem a ver com a minha vida e espiritualidade!
3. Solo Christus ( Somente Cristo)
Existem muitos tipos de fé. Pessoas tem fé em pirâmides, em duendes, em santos, na vida, em si mesmo... Mas segundo a Bíblia a única fé salvadora é a fé em Jesus Cristo. Confiando nEle e entregando a vida em suas mãos , qualquer ser humano será a salvo. A fé em Jesus Cristo como Filho de Deus e único salvador. 1 Tm 2:5. Isso tem a ver com a minha vida e espiritualidade!
4. Sola Scriptura ( Somente a Escritura)
Da mesma forma que existem muitos tipos de fé, existem muitas fontes que procuram falar de Jesus. Textos apócrifos ( não autorizados), literatura de outras religiões e mais recentemente, a literatura de auto-ajuda tem procurado falar de Jesus Cristo e dizer o que ele não disse, além de deturpar o que ele disse. Isso tem a ver com a minha vida e espiritualidade!
Comemoramos esta semana o aniversário da reforma, são 492 anos, mas nunca podemos perder de vista o que isso significou para cada vida humana. Um povo sem história é um povo sem identidade, e quando a história se confunde com a história da salvação, ganha ainda mais importância. Em muito a reforma do século XVI contribuiu para a sociedade, a ética, a justiça, a democracia, a liberdade de expressão... Tudo isso tomou um novo fôlego com o advento da reforma da igreja.
Que Deus nos ajude a mantermos sempre acesa a chama e o “espírito” da reforma e nos inspire cada vez mais a lutarmos por ideais nobres e pela causa de Deus neste mundo.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Trecho da Mensagem "cada filho é singular" 3a da série "Ensina teu filho" na PAES domingo 24.10.2009


Me digam se vocês já ouviram esta frase algum dia? Meu Deus porque esses meninos são tão diferentes se eu os criei do mesmo jeito, da mesma maneira, com o mesmo tratamento, mesmo amor, na mesma igreja, mesmos amigos etc...
Já ouviram isso? Pois bem.. deixe eu dizer algo a você que talvez você nunca tenha atentado. Talvez esse seja um de nossos maiores equívocos? Qual? Criá-los da mesma forma! Claro que o amor deve ser o mesmo, a atenção a mesma, mas para cada criatura existe algumas particularidades que devem ser bem percebidas caso contrário estaremos tentando nivelar o que não se pode.
Pois bem, por isso eu quero hoje, na 3ª mensagem desta série " ensina teu filho", falar sobre “ Criando filhos singulares” esteja atento(a) hoje você pode sair daqui com dicas importantes..


1. Preciso discernir que existe singularidade nos temperamentos
Não é verdade isso? Você já discerniu? Ótimo, mas como você age com cada um deles? Uma das coisas que podemos fazer é isso preste atenção
Fuja dos rótulos
Rótulos existem para aquelas coisas que são produzidas em série, latas de cerveja, garrafas de refrigerantes , remédios e tantas outras coisas seguem assim , com rótulos. Elas estão em uma prateleira e você pega qualquer uma delas e usa, simplesmente porque o que há em uma há em todas as outras 100 mil daquela série.
As vezes agimos com nossos filhos como se eles tivessem vindo de uma produção em série, o risco disso é tratar todos eles da mesma forma, dizer as mesmas coisas, abordar de um mesmo jeito e estamos fazendo isso com criaturas que percebem as coisas de uma maneira as vezes, totalmente diferente!
Não esquecendo que muitos dos comportamentos que eles assumem são temporários fazem parte de uma fase transitória e quando rotulamos eles assumimos o risco de tornar aquilo um fardo permanente. Coisas do tipo : Maria é chorona, Paulo é um menino difícil, Carlos é o mais inteligente, Tiago é o bagunceiro, Júlia está sempre doentinha, Lucas é atrapalhado e por ai vai.
Mas existe algo mais grave, muitas crianças tem dificuldade de se livrar das algemas que lhe são colocadas e consideram mais fácil adaptarem-se às características que os pais insistem em classificá-las, desistindo de buscar novas alternativas ou de tomar iniciativas para se livrarem do rótulo. Afinal, se os pais decidiram que é assim, assim será.
E perceba isso, não estamos ressaltando apenas os absurdos rótulos pejorativos de “bobo, desastrado, imaturo, incapaz” e tantos outros, qualquer rótulo é prejudicial, principalmente quando se torna recorrente. Até mesmo rótulos considerados positivos podem ser um peso excessivo para a criança. Por exemplo, uma garota de oito anos que era a certinha, a inteligente, a menina perfeita. Até a professora assumiu estas características como um exemplo a ser seguido por todos os demais, e todo dia era a mesma ladainha: “vejam as notas excelentes, o comportamento impecável”. Assim, a menina nunca teve a chance de fazer algo errado entendendo-se aqui o “errado” como coisas típicas de uma menina de oito anos, pois tinha sido, sem escolha, eleita como modelo.
Rotular é limitar, é determinar características que provavelmente não serão duradouras ou definitivas. Rótulo é para embalagem de produtos, mas é preciso lembrar que crianças não são produtos para consumo
Abandone as comparações sistemáticas
Acho que ninguém nunca ouviu isso, mas, em todo caso...
“.. na sua idade eu já estava com 3 filhos e trabalhando..”
“ veja como sua irmã faz..”
Especialmente porque os tempos mudam as coisas ganham outro sentido... no meu tempo haviam palavras que mudaram de significado por ex.
Namorar ( 70´s 80´s) – ir duas vezes por semana na casa da namorada
Namorar (90´s 00´s) – se encontrar todos os dias na rua, na escola, na faculdade, na noite,na balada, na casa dos pais, na praia, dormir na casa dele(a), morar juntos etc...
Ficar (até os 90´s) – frase usada por D Pedro I quando não teve opção e porque aqui era melhor, tinha praias quentes e mordomia ele resolveu ficar no Brasil. Diga ao povo que fico...
Ficar ( oo´s) – Vide namorar nos anos 90´S)
Comparar, se for eventual e com propósito pode ser positivo, mas nunca dessa forma, que via de regra é pejoritária e negativa... Fiz uma pesquisa e retirei esse depoimento,veja isso:
Meu maior problema é o relacionamento com minha mãe. Sou a filha do meio Tudo que faço é comparado com a irmã mais velha ou a mais nova. Isso me deixa sem personalidade, e o pior, eu já não sinto tanto carinho pela minha mãe. Recebo mais carinho e compreensão de amigos do que em casa. Às vezes acredito que nasci sem ser desejada
É importante que cada pessoa tenha a certeza de que ela é singular e isso faz bem.. Deus nos trata assim, de maneira singular, Ele faz algo comigo que não faz da mesma maneira com você e isso se dá devido a nossa maneira única de ser e pela compreensão de um Pai perfeito e compreenssivo... esse é nosso exemplo
Respeite as limitações individuais
Dentro dessas comparações, vem a incompreensão pelas limitações de cada um, você tem maturidade suficiente para não ser algoz de seu filho e sim um colaborador em seu crescimento
você tem maturidade suficiente para perceber suas limitações, basta olhar para a sua própria vida e crescimento. Você tem muito a ensinar a seus filhos sem ser necessário explorar a suas limitações. Ao contrário devemos compreendê-las e fortalecê-los a partir do conhecimento dessas limitações. Se eles tem limitações em relacionamento que ajude ele a se relacionar, se tem limitações em aprendizado, não adianta ficar chamando ele de Burro, e sim investir tempo ajudando-o a aprender de outras formas... Veja o que diz a Bíblia nesse particular
E todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e a paz de teus filhos será abundante. Is 54:13
Filhos ensinados do Senhor são filhos ensinados com amor e compreensão assim como Deus nos ensina, sem rótulos, sem comparações e em tudo, compreendendo nossas limitações.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

ANGLICANOS INDO PARA ROMA? NÃO EXATAMENTE


Fui procurado por algumas pessoas que pediam esclarecimentos sobre a notícia da ida de alguns anglicanos para a Igreja Católica Romana. Confusas estas pessoas recebem uma notícia fraccionada e tendenciosa que visa gerar espanto e sensacionalismo. Mas de fato o que foi que aconteceu?
O papa Bento XVI, da Igreja Romana, emitiu uma Constituição Apostólica específica permitindo a criação de episcopados pessoais, semelhantes a outros casos já existentes como o dos militares. Estes episcopados poderão, a partir de agora acolher grupos de anglicanos tradicionalistas que desejem, mantendo alguma identidade própria, se abrigar sobre o guarda chuva romano.
Desde o ano de 1980, quando a Igreja da Inglaterra, que é parte da Comunhão Anglicana, autorizou a ordenação feminina à ordem de presbíteras ( pastoras) com isso, um grande número de extremos tradicionalistas anglicanos chamados de anglo católicos criou algo chamado de Comunhão Anglicana Tradicionalista (TAC), que continuou crescendo após o aumento do liberalismo teológico que incluiu algumas tentativas de ordenação de homosexuais praticantes. Nas últimas décadas, isso tem feito surgir várias jurisdições anglicanas dissidentes, conhecidas como “Continuantes”. Esses grupos totalizam cerca de 500.000 pessoas contra os quase 80 milhões de membros da Comunhão Anglicana sob autoridade do Arcebispo de Cantuária. São grupos minoritários que sempre existiram dentro dos anglicanos internacionalmente falando.
alguns anos a TAC vinha mantendo conversações com o Vaticano, buscando autorização para serem recebidos, seja como uma Igreja “Uniata” (como os maronitas, melquitas e caldeus, dos Ritos Orientais), seja como uma prelazia pessoal como o modelo da opus dei.
A opção do Vaticano, como se viu, foi por uma fórmula, digamos, menos autonomista. Tem acontecido de alguns grupos minoritários anglo-católicos, ultra conservadores optarem por seguir a via romana. Quanto à majoritária “frente credal”, ortodoxa, formada pelos evangélicos, pelos carismáticos, e amplos setores anglo-católicos (Fraternidade dos Anglicanos ConfessantesFCA), esse documento do papa nada irá representar, pois continuarão a lutar por um realinhamento da Comunhão Anglicana, mantendo a sua consciência de uma Igreja Histórica (católica), mas, ao mesmo tempo, Reformada (protestante).
Quanto à PAES, ela é parte da Diocese do Recife,vinculada a Igreja Anglicana do Cone Sul das Américas, está dentro do grupo credal, evangélico e carismático. Não entendemos a opção por Roma por ser, em nossa opinião e convicção teológica, um retrocesso histórico e um desvio doutrinário. Assim, a PAES pretende continuar sua missão evangelizadora e sua luta firme contra o liberalismo dentro da Comunhão Anglicana e fora dela, e procurando promover a evangelização do Brasil e do mundo, juntamente com seus irmãos evangélicos de outras denominações, pois como sempre temos afirmado: “Somos Crentes!!!”
Fonte: Artigo publicado pelo Bispo Robinson Cavalcanti (adaptado)

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Trecho da 2a mensagem da série: Ensina teu filho.Domingo 18/10/2009

Muita coisa tem se falado sobre auto estima nos últimos anos.. especialmente nos livros de auto ajuda. Sabe qual é o problema com isso? Eles não dizem onde você está errado...praticamente o discurso é: você pode, você é capaz, você tem condições, o universo conspira por você.. e todas essas injeções de puro animo, mas sem base sólida e que não resultam em nada prático
Um bom número de pessoas só conhece uma maneira de elevar auto estima.. indo as compras!!! Eleva por alguns momentos e 45 dias depois provoca uma depressão.Falar de Auto estima virou uma lugar comum... tudo é motivo para baixar a auto estima.. Eu, sinceramente me satisfaço com o que Deus me diz ...
Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Digo isso com convicção. Sl 139:13
Não há nada que me traga mais auto estima do que coisas assim. Veja isso agora
Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos: ‘Ele me enviou para buscar a sua glória entre as nações que saquearam vocês, porque todo o que tocar em vocês, toca na menina dos olhos dele’. Zc 2:8
Pense nesse universo... veja bem, quem criou tudo isso diz que nada se aproxima da importância que você tem..Portanto a criação de filhos com auto-estima elevada é algo relevante.. e uma importante contribuição que você pode dar aos seus filhos é convencer eles que eles de fato importam. Importam para você, para Deus, para outras pessoas, que são únicos e insubstituíveis... que eles tem valor, merecem respeito, que eles devem amar e serem amados e que seus sentimentos são importantes
Quantas crianças crescem sem senso de auto estima elevado porque seus pais são os primeiros a colocá-los para baixo... Como você pode exigir que alguém, “ dê certo” se você é quem está promovendo o fracasso deles dentro de sua casa. Eu não preciso contar aqui os vários casos de pessoas com problemas, e que estes problemas vêem de uma auto estima baixa e que assim é , por conta de um relacionamento doentio e opressivo de seus pais...
Uma criança pode desenvolver um senso de baixa auto estima que pode provocar a sensação de que a morte é melhor do que viver daquela forma... Suicídio já é a 2ª maior causa de mortes entre jovens de 15-19 anos. Afirma a Psicóloga Lara Ferreira Guerra em artigo na revista Psique.
Vale salientar, que oCor do texto adolescente com ideias suicidas e comportamento depressivo, geralmente, dá sinais e “avisos” de seus sintomas, como: diminuição da auto-estima...
Não tenho a solução de tudo, posso adiantar algo que ajudará seus filhos a terem auto estima elevada... confiança
Crie confiança por elogios
Você a essa altura da vida sabe que as palavras tem poder.. e sabe que elas podem levantar ou afundar uma pessoa. E a pergunta aqui é essa... o que você diz a seus filhos?
Pais isso tem um efeito positivo que não podemos medir. via de regra você é o herói de seu filho.. Gabriel, meu filho mais velho, quando era pequeno perguntavam a ele o que ele queria ser e ele de pronto respondia “ pai e pastor” . Pra ele, eu era tudo que ele queria.. e se eu era pai e pastor o que ele poderia desejar?
É possível destruir ou edificar uma criança pelas palavras. Muita gente multiplica esse mal nos filhos... O que você está dizendo para seus filhos? Digam palavras de afirmação para seus filhos.. digam 100, 1000, 10.000 vezes eu te amo.. você é importante, você pode fazer isso, você é capaz, Deus lhe criou com capacidade, você é linda aos olhos do pai...
Quanta coisa boa para ser dita e quantas ofensas saindo dos lábios de tantos pais...quanta coisa para se dizer e quanto silêncio nos lares, isolamento, falta de conversa...
A capacidade de seus filhos aumenta quando eles sabem que vocês acreditam neles...
2 anos atrás Matheus ganhou de presente uma viagem aos EUA e ele deveria ir sozinho. Eu e minha esposa Valéria Trememos. 12 anos apenas... mas dissemos a ele todo o tempo você pode filho, vai sair tudo bem , não há mistério, você fala inglês, você tem capacidade.. e diante dele parecíamos muralhas firmes. Quando ele atravessou o portão de embarque e saiu de nossa presença, olhamos um para o outro e dissemos o que foi que agente fez!!!! Não largamos de junto do telefone até que ele chegou no aeroporto de Los Angeles e telefonou. Nunca um voo foi tão monitorado na face da terra... sabe o que ele me disse depois? Pai, disse ele, o único momento que tive mêdo foi quando tentei falar com você e não consegui
Diga a seu filho tudo que você quer dizer... Quantos desses adolescentes frustrados estão se matando porque lhe faltaram palavras, incentivo.. quantos não deixam cartas dizendo que saíram desse mundo porque não se sentiam amados...você já disse isso aos seus filhos hoje?
Deus dá o exemplo no batismo de Jesus, o que ele disse diante de uma multidão:
Este é o meu Filho amado, em quem me agrado. Mt 3:17
Além de palavras você pode fazer isso até com um olhar
Crie confiança com seu olhar
Você sabe que um olhar pode mostrar reprovação, indignidade, alegria... um olhar é algo bastante poderoso e pode também ajudar você na criação de filhos completos...
A maneira que você olha para seu filho pode ser determinante no desenvolvimento de sua auto estima...Olhar de confiança, firmeza, podem elevar a auto estima
Eu tive um treinador que seu olhar dizia tudo... quando ele acreditava ele olhava nos olhos e você sabia que ele cria em você... Olhar de afeto, pode fazer com que ele se sinta amado(a)
Um olhar de amor e de aprovação pode valer muito mais do que todos os álbuns de fotografia podem conter e os acompanhará para o resto de suas vidas
Crie confiança com um toque
Pais especialmente escutem isso aqui.. não deixe passar um dia sem que você possa ter a oportunidade de dar um toque de afeto em seus filhos, um abraço, um beijo, rosto no rosto....!
Agarre-os...filhos sempre devem contar com abraços, com toques de afeto, embolar no chão ou na cama...Se você nunca foi um cavalinho para seu filho(a) você perdeu ou está perdendo uma grande chance de se fazer imortal...Não importa a idade de seus filhos haverá sempre um toque que demonstrará o quanto você acredita em seu valor...
Quando eu vejo um pai com os braços por sobre o ombro de seu filho, ou uma mãe abraçada com uma filha e vice-versa eu vejo ali o poder de um gesto que pode dizer muita coisa...
Crie confiança com seu respeito
Não se esqueça que a maneira que você trata seus filhos pode ser determinante para toda a existência deles. Respeito significa que você não o expõe em público, diante dos amigos e de outras pessoas. As vezes vejo pais que tentam mostrar autoridade sobre os filhos expondo-os
Sua autoridade, se de fato ela existe e foi conquistada, pode ser exercida pelo seu olhar...e depois em privado se trata dos detalhes. Respeite a opinião de seus filhos, eu sei que as vezes eles gostam de coisas que não fazem sentido para nós, mas não precisa fazer...
Lamentavelmente para muitos pais existe apenas uma maneira de criar filhos... e mostrar respeito...a violência da palmada...
Eu respeito tanto meus filhos que um deles se tornou torcedor do sport... nesse caso eu espero que seja apenas uma fase..rs Respeite seus filhos...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

O Tradicionalismo e a resistência ao novo...


Se você prega o evangelho em todos os aspectos com exceção dos assuntos que dizem respeito aos seus tempos, você não está pregando o evangelho
Martinho Lutero
Uma de minhas Bíblias tem aquele recurso das letras vermelhas quando as palavras foram ditas por Jesus Cristo. Acho interessante e digo porque. Porque as palavras de Jesus Cristo são , em ultima análise, o que há de mais importante em nossa caminhada como cristãos e como igreja. Por isso, presto bem atenção nelas, naquelas em vermelho...
Não sou um rebelde sem causa, não sou iconoclasta, anti-instituição, muito menos sou contra a tradição. A tradição é coisa boa, nos traz raízes, nos dá estabilidade, no faz lembrar que antes de nós, muitos viveram por essa fé e isso é muito bom de saber. Mas sou sim um ferrenho anti-tradicionalismo e explico porque. Vamos ao dicionário:
TradicionalismoApego às tradiçõese aos costumes antigos, doutrina que dá maior importância à tradição, sistema de crenças fundado na tradição.
Ora, por definição, preciso me colocar como não tradicionalista uma vez que minha fé, não está alicerçada em nenhuma tradição e sim nos ensinamentos que sairam dos lábios de Jesus, aquelas palavrinhas que estão em vermelho naquela minha bíblia. Entendo que existe uma tradição cristã e deve ser lembrada, mas nunca deve ser colocada em prejuízo da verdade e do sentido que Jesus deu às suas palavras, aquelas em vermelho, as que sairam dos Seus lábios.
A tradição, essa sim, é importante e o dicionário nos ajuda novamente. Veja isso:
Tradição ato de transmitir ou entregar, transmissão oral de lendas, fatos, costumes habitos, tudo que se sabe sobre uma transmissão de geração em geração.
Você percebe a diferença? Em suma, a tradição pode ser algo positivo já o tradicionalismo é algo negativo porque dá importância à tradição e não a essência. Dou um exemplo de prejuízo. Ouvi de um líder anglicano uma história que se passou em sua própria paróquia. Só havia um microfone e a leitura do evangelho, na tradição anglicana, é feita no centro da igreja e algumas igrejas ainda seguem isso. Mas o pastor disse que o microfone não podia ser retirado do pulpito e que ele deveria ler o evangelho no meio da igreja, por causa da tradição. O evangelho foi lido e poucas pessoas ouviram pois a acústica não favorecia. Veja bem, a essência aqui, é a leitura e compreensão do evangelho e o tradicionalismo foi insistir que o mesmo fosse lido onde a tradição mandava, no centro, mesmo em prejuízo da compreensão. Aqui, o tradicionalismo foi algo negativo, mesmo sendo a tradição algo positivo.
Hoje os mais apegados à tradição, que assim se tornam tradicionalistas estão espalhados em todas as denominações cristãs e isso dificulta, o avanço do evangelho.
Jesus, em letras vermelhas foi um combatente do tradicionalismo, daqueles que colocavam a tradição acima de tudo e perdiam o sopro de Deus esquecendo-se da essência. Nossos pais faziam assim e por isso fazemos também... quando visito igrejas no hemisfério norte e mesmo no Brasil, onde escuto muito das pessoas que aquela igreja é a igreja dos seus pais...logo percebo que na maioria das vezes , não é mais a igreja deles, mesmo eles sendo frequentadores regulares, perderam a essência, honram apenas a tradição, se tornaram tradicionalistas.
Na crise que vive o anglicanismo, falo dele por ser parte dele, muitos não tem deixado as igrejas que atuam em disconformidade com a Bíblia, que desmentem a Bíblia e que Deus é uma força comparada a qualquer energia, por conta da tradição, seja dos pais, seja dos prédios, seja de outro tipo, estão tão agarrados a tradição que esqueceram a essência.
Alguns líderes cristãos, aqui no Brasil e fora dele ainda resistem ao novo como se o novo fosse maligno, resistem a estratégias como se elas fossem coisa do inferno, se negam a usar qualquer estudo , ciência, método, modelo que não seja aquele usado pelos cristãos mais antigos, os pais da igreja. Isso é uma pena pois nesse caso cabe bem a palavra do poeta de minha juventude quando dizia “ O passado é uma roupa que não se veste mais...” herdamos a essência, a doutrina, a tradição positivamente, mas não posso pregar para o século XXI Como quem pregava no século X ou XVI, e , creio, nem mesmo como quem pregava no século XX. Não cabe mais mensagens sem aplicações para a vida, sem ligação com o dia a dia, exposições estafantes de histórias bíblicas que nada dizem ao que se está evangelizando e que agradam muito aos evangelizados, discurso sem efeito em um mundo relativista...
Inovar foi sempre uma marca da igreja, ela inovou com Jesus chocando os tradicioalistas, inovou com Paulo na Grecia pregando ao Deus desconhecido, inovou na perseguição se escondendo nas catacumbas, inovou com a religião das casas e não dos templos, mas parou de inovar quando se rendeu a Constantino e gerou uma enfermidade chamada política eclesiástica, trouxe um tumor maligno chamado rígida hierarquia, posições e cargos....
Mas tem inovado ao longo dos anos, mesmo sofrendo tanta oposição dos líderes eclesiásticos. Tem inovado com o resgate das células e hoje tem inovado coma busca de uma igreja contemporânea, com um discurso atual, vivo, que seja fincado, não nas regras e nos ritos, mas em um relacionamento direto com Deus através de Jesus Cristo. Jesus disse algumas coisas importantes e que deveríamos prestar atenção, vamos ver algumas delas:

“Por que os seus discípulos transgridem a tradição dos líderes religiosos? Pois não lavam as mãos antes de comer!” Respondeu Jesus: “E por que vocês transgridem o mandamento de Deus por causa da tradição de vocês? Mt 15:2-3

Então os fariseus e os mestres da lei perguntaram a Jesus: “Por que os seus discípulos não vivem de acordo com a tradição dos líderes religiosos, em vez de comerem o alimento com as mãos ‘impuras’?” Ele respondeu: “Bem profetizou Isaías acerca de vocês, hipócritas; como está escrito: “ ‘Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão me adoram; seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens. Mt 7:5-7

vocês o desobrigam de qualquer dever para com seu pai ou sua mãe. Assim vocês anulam a palavra de Deus, por meio da tradição que vocês mesmos transmitiram. E fazem muitas coisas como essa”. Mt 7:12-13

Essas são algumas das passagens que mostram o tradicionalismo e portanto é visto por Jesus como algo negativo. Mas a tradição, ou seja a essência é vista na Bíblia como positiva. Veja o que Paulo escreve aos tessalonicenses

Irmãos, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo nós lhes ordenamos que se afastem de todo irmão que vive ociosamentea e não conforme a tradição que vocês receberam de nós. 2 Ts 3:6

Os religiosos , via de regra tem uma preocupação com a quebra de costumes. Os líderes Judeus, argumentavam com Estevão sobre o que “ esse Jesus” faria... perceba aqui qual é a maior preocupação deles

Pois o ouvimos dizer que esse Jesus, o Nazareno, destruirá este lugar e mudará os costumes que Moisés nos deixou”. At 6:14

Não, decididamente essa não é a minha preocupação. Tenho me preocupado em alcançar pessoas com a graça, ministrar em suas vidas com efeito e leva-las a possibilidade de viver a eternidade no céu.
Para isso, não foco em nenhum tradição, não acho que o discurso da idade média se adeque ao de hoje, não pregaria como os chamados “pais” da igreja e sim na essência do que eles disseram..
Estou aberto ao novo, aberto ao que seja impactante, buscando ser líder de uma igreja que seja relevante e faça realidade os propósitos de Deus de levar todo ser humano a a adorá-Lo na sua santidade, servi-Lo servindo ao próximo, Imita-Lo crescendo na Sua Palavra, vivendo em Sua família em comunidade e, tendo como missão a Sua missão..para que nenhum se perca.
Para isso, vou tentando seguir as letras vermelhas daquela minha Bíblia, as letras de Jesus.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

terça-feira, 13 de outubro de 2009

tempos difíceis esses para construir uma família...( trecho da mensagem do domingo 11.10.09)


...Eu posso estar indo longe, mas até creio que existem casos que casais deveriam até optar por não terem filhos,ou pensar muito antes de tê-los, Porque?
1º porque o mundo de hoje é bem diferente e bem mais difícil
2º porque os pais hoje tendem a ser muito mais feridos e marcados do que em outros tempos...Deixe-me explicar
Criar uma família de 5 filhos, uma sogra e agregados, em meu tempo, custava aos meus pais muito menos do que custa a mim criar dois filhos hoje. Meu pai era Sgt da aeronáutica, morávamos em uma vila, afastada, sem asfalto, sem tráfego, os maiores perigos que eu corria eram talvez uma cobra no mato ou cair de uma árvore..
Eu podia andar de bicicleta ( não andava porque não tinha uma), podia jogar bola, correr na rua, brincar de polícia e ladrão, de garrafão... podia andar só, pescar na praia, explorar a vizinhança... Eu não sabia muito do mundo, a revista era O Cruzeiro, não tinha Caras, Playboy... não havia novelas perniciosas e Dona Maroca era a peste da novela redenção por ser fofoqueira....
Minha comunidade eram meus amigos e não o orkut, minha conversa era depois da janta na calçada cara a cara e não no msn, meu sono era tranquilo e minhas traquinagens que aperriavam minha mãe eram dormir sem tomar banho ou no máximo não fazer a lição... eu queria ter sido pai nesse tempo..
Hoje, você tem 2 filhos e eles tem 500 amigos virtuais em sua comunidade e a maioria deles nunca viu, um desses pode ser um pedófilo, um marginal... seus diálogos são com gente de todo mundo e sua filhinha de 12 anos pode estar namorando virtualmente com um Suiço ou dinamarquês que em breve pode bater em sua porta dizendo “ I love her...” .
A bicicleta de seus filhos se enferruja no seu prédio pois não tem onde andar, na calçada ninguém fica porque pode ser assaltado ou morto, um bala perdida pode achar você em qualquer lugar e o ónibus que ele toma para voltar da escola pode ser assaltado e aquele tenis do natal pode ser roubado...
O que eles vêem na TV são lições de perversidade e ódio, os programas mostram contra valores e tem fácil acesso, as lan houses são onde eles aprendem a matar com armas poderosas, a Internet dá fácil acesso a pornografia ..Os tempos são difíceis mesmo... é um fato...
Meu pai chegava em casa cedo e após o café sentava na calçada para conversar... a maioria das vezes que vc chega em casa seu filho(a) já está no 3º sono ou ocupado demais com a sua comunidade virtual da qual você não faz parte...
Os adolescentes de minha época saiam numa noite para uma festinha, bebida era raro, paqueras, dançar e voltar para casa a pé contando as aventuras das danças e alegrias de um possível beijo...
Mas a noite de hoje é diferente e o que acontece é ameaçador, a bebida é livre e quem ñ bebe é fraco, sexo é livre e ficar com vários ou varias numa noite é comum e dá ibope...
Antes divórcio não era sequer legal, algumas doenças venéreas, mesmo assim eram raras, bebida , muito mais difícil... 30 anos atrás dizíamos I want to hold you hand... hoje a coisa é direta e diz eu quero sexo com você, e quero hoje.
30 anos atrás se a novela tinha um beijo sua mãe dizia saia da sala e hoje? Torcem juntas pela amante. Valores mudaram... as artes mostram a indefinição, pinturas de antes era algo realista..Monet, Picasso expressavam algo vivo... mas hoje a arte é moderna e mostra a indefinição a dúvida e o relativismo..
Duas pessoas no museu diante de um mesmo quadro:
O que você vê? Eu vejo uma alma em turbulência, um espírito em mudanças..
E você , vê o que? Eu vejo o céu infinito, as estrelas em metamoforse..
Mas onde estão as estrelas?
Aqui no canto.. não vê?
Não...
isso? Mas isso é assinatura do artista...
ops...
Bill Hybbels disse uma vez que ele achava que a definição para arte moderna é a seguinte.. uma conspiração entre os artistas e as pessoas ricas para fazer o resto de nós nos sentirmos estúpidos... mas e agora? estamos na arte pós moderna..E não me chamem para uma exposição dessas pois já tenho muita coisa para me sentir estranho nesse mundo
Pessoas em torno de uma obra de arte... qual é a obra? Um vaso sanitário pendurado por correntes.. arte? A única relação entre um vaso sanitário correntes e prisão é uma angustia que se resolve com lacto purga. não sou bobo e faço questão de dizer isso.
É um tempo difícil e muito diferente... e criar uma família nesse contexto é algo que deve ser pensado e trabalhado...Um casamento hoje precisa ter bases para criar filhos..isso é consenso entre todos os especialistas em família. Por isso a pergunta, seu casamento é sólido suficiente para isso?

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Casamentos disfuncionais geram famílias disfuncionais



Disfunção: Que apresenta anomalia
Anomalia: Desvio acentuado de um padrão normal; anormalidade, desigualdade, irregularidade
Fonte: Dicionário Michaelis

Não resta nenhuma sombra de dúvida que o título desse artigo reflete uma realidade. Porém, como poderíamos caracterizar um casamento disfuncional? Como diz o Michaelis ou diria o Aurélio, é aquele casamento que apresenta um desvio da normalidade. Mas ainda assim, vivendo no século XXI na efevercencia da pós modernidade alguém poderia dizer “ não nada normal ou anormal, apenas depende do ângulo que se percebe” O nome disso é relativismo e faz parte de nossa realidade, de nosso dia a dia.
A questão no entanto deve ser percebida pelo ponto de vista de quem a faz. Na perspectiva cristã existem os valores que são imutáveis, na perspectiva cristã o relativismo é um substantivo sem utilidade. Deus , o Deus dos cristãos não admite relativismo, o Deus dos cristãos não tem crise de identidade, ele é absoluto ele é o “ Eu Sou” . Jesus Cristo não foi relativista quando disse “ Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim ...” Jo 14:6. Para o Deus cristão o sim e sim e o não é não.
Dentro do espectro da normalidade cristã, do padrão bíblico, o casamento tem um propósito definido. “ Crescer e multiplicar” Multiplicar valores, multiplicar moral, multiplicar caráter, multiplicar decência, multiplicar ordem... existe sim, uma normalidade na perspectiva cristã.
Duas pessoas que se encontram, se apaixonam, começam a se amar e desenvolvem um sentimento que os leva a conclusão que é cantada por Salomão nos cantares Bíblicos como “ eu sou do meu amado e meu amado é meu Cantares 6:3.
Casamentos funcionais são assim, o encontro de duas pessoas que passam a se amar , apesar delas mesmas e de todas as suas imperfeições. Casamentos funcionais compreendem o papel de cada conjuge, compreende o desejo de cada um e procura satisfazê-los numa prova inquestionável de que se ama e que amar envolve também sacrifício.
Casamentos funcionais são assim, subentende o amor que leva cada qual a entender o outro vendo pela sua perspectiva.
Casamentos funcionais, compreendem marido e mulher que se tornam pai e mãe e que, se multiplicam em amor e exemplo aos seus filhos.
Casamentos funcionais, mostram na naturalidade o amor e o respeito como valores inestimáveis e base de todo o entendimento de um casal.
Casamentos funcionais, funcionam dentro da normalidade e a normalidade é o amor e a dedicação.
Casamentos funcionais seguem os votos feitos um dia do amar e cuidar de ti até que a morte nos separe e isso se dará na riqueza ou na pobreza, na saúde ou na doença, ou melhor ou pior a sorte... em outras palavras, casamentos funcionais dizem assim: “ estou contigo para o que der e vier.
Casamentos funcionais geram filhos funcionais, que entendem esses valores como parte do propósito da existência e que atitudes assim honram a Deus.
Ora se isso não ocorrer o casamento será disfuncional e como tal, não há nenhuma possibilidade de gerar famílias funcionais.
Famílias funcionais recebem e multiplicam dos pais os valores, atitudes, geram vida e respeito, promovem amor e dedicação, aceitam tudo, amam tudo e se montam sobre atitudes de zêlo, cuidado, respeito e acima de tudo amor e amor até sacrificial.
Mas retire do casamento esses valores, que motivam a sua normalidade, que lhe trazem o equilíbrio e você voltará ao inicio desse artigo quando afirmei que “ casamentos disfuncionais geram famílias disfuncionais” portanto trabalhe seu casamento e traga-o para dentro da normalidade tornando-o funcional , e que possa gerar famílias funcionais.