terça-feira, 16 de junho de 2009

Porque a Igreja cresce no hemisfério sul?


Não sou nenhum especialista em crescimento de igreja, mas posso, como pastor e interessado no assunto tecer alguns comentários baseados em uma experiência, que mesmo breve ( 15 anos de ministério ordenado), tem sido bem vivida em diferentes contextos culturais, diferentes nações e continentes. Tenho tido o privilégio de viajar para praticamente todos os continentes, principais países deste planeta e em todas estas minhas “andanças” observo que a Igreja Cristã, especialmente a de cunho evangelical, tem crescido em diferentes contextos. Quer ver?

Vamos lá
No hemisfério norte existe um crescimento razoável no meio das igrejas livres, as maiores igrejas evangélicas do mundo se encontram , em sua maioria, nos EUA. Me refiro a comunidades locais, a exemplo da Igreja de Willow Creek (Pr Bill Hybels), Igreja de Saddleback ( Pr Rick Warren), Joel Osteen e vários outros que levam milhares e milhares de pessoas a Cristo e a uma vida cristã saudável e equilibrada. Essas e outras igrejas na Inglaterra, na Irlanda, no Canada, podem não representar a realidade da maioria das igrejas, mas representam um crescimento impressionante.
Na Ásia, encontraremos as igrejas na Coreia do Sul que vão muito além da Yoido Full Gospel Church (Assemblies of God), do Pr David Yongii Cho, pois alí todas as igrejas experimentam crescimento acima da média mundial, livres, históricas e denominacionais. Grandes templos cristãos tomam conta das ruas de Singapura, Malásia e tantas outras nações.
Na América do Sul, experimenta-se um dos maiores crescimentos registrados na igreja cristã em todos os tempos. Igrejas livres, pentecostais, evangélicas, históricas crescem significativamente. Isso temos visto com nossos próprios olhos. Sou Pastor anglicano e pela misericórdia de Deus temos experimentado um nível de crescimento razoável,mas sou cercado de presbiterianos, batistas, congregacionais, pentecostais e outras igrejas que igualmente , ou em maior dimensão, experimentam também crescimento.
Por fim, temos a África que vive um avivamento cristão a décadas e igrejas das mais variadas crescem da mesma maneira em níveis impressionantes. Quase 1/3 dos anglicanos do mundo estão concentrados na Nigéria com quase 20 milhões de membros e isso não é um privilégio anglicano, a África a cada dia é mais e mais do Senhor Jesus.
A pergunta que fica é: O que há de comum com essas situações ? atente, todas essas igrejas tem em comum uma coisa, elas defendem ser Jesus o Único Caminho para a Salvação, todas elas crêem que sem Jesus as pessoas estão perdidas, todas elas crêem que a igreja é um organismo vivo e não uma instituição burocrática. Todas elas crêem no poder do Espírito Santo, todas elas crêem nos milagres e nas curas, todas elas crêem na pregação no poder, todas elas crêem na benção do casamento entre um homem e uma mulher e exclusivamente isso, todas elas crêem na ressurreição de Cristo, todas elas crêem no nascimento virginal de Cristo, todas elas crêem que Jesus voltará para resgatar a sua igreja... todas elas crêem que o Credo dos Apóstolos não é apenas uma declaração histórica, mas sim, o “estatuto” da Igreja de Cristo. E, lembre, todas elas crêem que a Bíblia é, contem e anuncia a Palavra viva de Deus.
E, é por isso, que a igreja no hemisfério norte, que a cada dia desacredita mais de todas essas coisas vem experimentando um verdadeiro êxodo para as igrejas que sim, acreditam nelas. É por isso que as estatísticas dizem que em algumas décadas, essas igrejas se tornaram peças de museu, parte da história registrada em algum arquivo morto.

Um comentário:

Elton Carvalho disse...

Graça e Paz Pr. Miguel!

Sou Elton Carvalho, faço parte da euipe pastoral da Paróquia Comunhão em João Pessoa (Rev. Márcio Meira)e gostaria de lhe parabenizar pela enfase na defesa da essencia cirstã. É importante para todos que tenhamos pastores mais posicionados como você, pastores que não percam tempo com a burocracias eclesiásticas e focalizem o proposito maior da transformação do mundo. Afinal, a Igreja é a esperança, Cristo é a esperança!

Que Deus continue abençoando!