quinta-feira, 16 de julho de 2009

A História é feita com aqueles que ousam e quebram paradigmas




Recebi com alegria, como sempre, o exemplar da revista ultimato, era o número 318 Maio-Junho 2009. A capa anunciava um artigo “ Rick Warren, uma leitura Crítica” fui direto ao artigo e imaginando ler um artigo, que mesmo crítico, nos trouxesse algo de enriquecedor, me deparo com um texto tão pobre quanto talvez seja o seu propósito.
Não posso me deter aqui nos detalhes de tantas incoerências e acusações, não haveria espaço físico para isso. Mas me deixa triste ver um artigo desse tipo exposto nas páginas de uma revista de tanto prestígio como a Ultimato. O artigo, em minha opinião chega a ser caluniador em muitos de seus pontos. Comparar o ministério do Pr Rick Warren com a teologia da prosperidade, dizer que ele prega uma igreja homogênea, que sugere que cada igreja escolha um estrato da sociedade.. e outras coisas mais, é no mínimo desonesto, para não dizer maligno.
Eu posso citar aqui inúmeras frases e textos do Pr Rick Warren que desmentem tudo que o autor afirma. E, posso retirar desse artigo outra quantidade de citações do autor, que são trazidas à luz fora do contexto e com o nítido objetivo de encher o texto de conhecimento, que se pode adquirir clicando no google ou pesquisando rapidamente na Wikepedia.
Lamento Irmão Ricardo Quadros Gouvêa, seu texto não é um exercício, é a prática da calúnia e, muito menos, é apenas uma leitura crítica, é sim uma difamação nítida de alguém, que de longe não pode se defender.
Apenas citando uma das frases do Ricardo Quadros Gouvêa : “ Uma igreja não pode ter o crescimento como finalidade, pois existe para outro propósito: Proclamar o evangelho da graça salvadora, por meio do testemunho de palavras e de obras de amor e, dessa forma praticar a verdadeira e genuína adoração”
Eu apenas gostaria de compreender que, se, essa proclamação for bem feita, estratégica, com propósitos, definindo como alvo os perdidos... será natural que a igreja cresça..proclame bem, faça a obra correta e o crescimento é inevitável... a igreja existe para crescer, pois o seu crescimento significará que a proclamação está sendo bem feita.
O futuro nos mostrará que o Irmão Ricardo Quadros Gouvêa está equivocado, não simplesmente na “ analise” que eu chamaria de julgamento , pois um veredicto foi dado, do Pr Rick Warren. Esse homem, entendo eu, é falho e sua estratégia fragilizada pela humanidade decaída. Mas até que se prove o contrário, tem contribuído para a o avanço do Reino bem mais do que seus algozes.
Os anos passarão e, lá na frente, o nome do Pr Rick Warren será lembrado na galeria dos heróis da fé, ele estará junto com John Wesley, com Calvino, Lutero e tantos outros, os livros citarão esse homem que , com uma estratégia simples tem revolucionado a missão da igreja e tem gerado uma inquietação nas hostes tradicionais da eclesiologia retrógrada, atrasada, cega para os perdidos e atenta apenas para suas idiossincrasias.
Os anos passarão e a história do desempenho dos pulpitos deixará para traz os arcaicos e enjaulados 3 pontos de um esboço que informa, não forma e tampouco transforma as vidas que desatentas seguem para o inferno, sem ouvir na sua linguagem a proclamação do evangelho.
Quando os anos passarem, talvez eu e o Ricardo Quadros Gouvea seremos apenas nomes esquecidos pela maioria das pessoas, provavelmente não sobreviveremos à nossa geração. Todos os títulos, cursos, estudos, honrarias e posições que conseguirmos, e isso, em si, não é mal, estarão bem enterradas conosco, mas o nome do Pr Rick Warren, será ainda lembrado, talvez séculos após a sua morte. Simplesmmente porque a história Ricardo, é feita com aqueles que ousam e quebram paradigmas.

2 comentários:

Charles disse...

Olá Pastor,

Realmente é um absurdo mencionar que o Pr. Rick Warren tenha uma visao de uma igreja homogênea...pelo contrário...
ele sempre menciona de qual é o papel da igreja de cristo aqui na terra...1 De a igreja ser a auxiliadora! Eu aprendi muito com o Pr. Warren, principalemente no Livro Uma Vida com propósitos...e também creio na infinita contribuição que el deu ao mundo todo...resgatando vidas que estavam entregues ao marasmo e a frieza espiritual!

Graça e Paz...

Elton Carvalho disse...

Pr. Miguel!

Paz!

Como historiador estou certo que a historia é feita com aqueles que ousam e quebram paradigmas, como Warren tem feito. Ele tem pregado e influenciado através do nome de Cristo e não escrito artigos inflamados em revistas de rotatividade nacional, e isso é que o faz um servo fiel...

Grande abraço dos seus irmãos da Paroquia Anglicana Comunhão
=D