terça-feira, 6 de outubro de 2009

Casamentos disfuncionais geram famílias disfuncionais



Disfunção: Que apresenta anomalia
Anomalia: Desvio acentuado de um padrão normal; anormalidade, desigualdade, irregularidade
Fonte: Dicionário Michaelis

Não resta nenhuma sombra de dúvida que o título desse artigo reflete uma realidade. Porém, como poderíamos caracterizar um casamento disfuncional? Como diz o Michaelis ou diria o Aurélio, é aquele casamento que apresenta um desvio da normalidade. Mas ainda assim, vivendo no século XXI na efevercencia da pós modernidade alguém poderia dizer “ não nada normal ou anormal, apenas depende do ângulo que se percebe” O nome disso é relativismo e faz parte de nossa realidade, de nosso dia a dia.
A questão no entanto deve ser percebida pelo ponto de vista de quem a faz. Na perspectiva cristã existem os valores que são imutáveis, na perspectiva cristã o relativismo é um substantivo sem utilidade. Deus , o Deus dos cristãos não admite relativismo, o Deus dos cristãos não tem crise de identidade, ele é absoluto ele é o “ Eu Sou” . Jesus Cristo não foi relativista quando disse “ Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim ...” Jo 14:6. Para o Deus cristão o sim e sim e o não é não.
Dentro do espectro da normalidade cristã, do padrão bíblico, o casamento tem um propósito definido. “ Crescer e multiplicar” Multiplicar valores, multiplicar moral, multiplicar caráter, multiplicar decência, multiplicar ordem... existe sim, uma normalidade na perspectiva cristã.
Duas pessoas que se encontram, se apaixonam, começam a se amar e desenvolvem um sentimento que os leva a conclusão que é cantada por Salomão nos cantares Bíblicos como “ eu sou do meu amado e meu amado é meu Cantares 6:3.
Casamentos funcionais são assim, o encontro de duas pessoas que passam a se amar , apesar delas mesmas e de todas as suas imperfeições. Casamentos funcionais compreendem o papel de cada conjuge, compreende o desejo de cada um e procura satisfazê-los numa prova inquestionável de que se ama e que amar envolve também sacrifício.
Casamentos funcionais são assim, subentende o amor que leva cada qual a entender o outro vendo pela sua perspectiva.
Casamentos funcionais, compreendem marido e mulher que se tornam pai e mãe e que, se multiplicam em amor e exemplo aos seus filhos.
Casamentos funcionais, mostram na naturalidade o amor e o respeito como valores inestimáveis e base de todo o entendimento de um casal.
Casamentos funcionais, funcionam dentro da normalidade e a normalidade é o amor e a dedicação.
Casamentos funcionais seguem os votos feitos um dia do amar e cuidar de ti até que a morte nos separe e isso se dará na riqueza ou na pobreza, na saúde ou na doença, ou melhor ou pior a sorte... em outras palavras, casamentos funcionais dizem assim: “ estou contigo para o que der e vier.
Casamentos funcionais geram filhos funcionais, que entendem esses valores como parte do propósito da existência e que atitudes assim honram a Deus.
Ora se isso não ocorrer o casamento será disfuncional e como tal, não há nenhuma possibilidade de gerar famílias funcionais.
Famílias funcionais recebem e multiplicam dos pais os valores, atitudes, geram vida e respeito, promovem amor e dedicação, aceitam tudo, amam tudo e se montam sobre atitudes de zêlo, cuidado, respeito e acima de tudo amor e amor até sacrificial.
Mas retire do casamento esses valores, que motivam a sua normalidade, que lhe trazem o equilíbrio e você voltará ao inicio desse artigo quando afirmei que “ casamentos disfuncionais geram famílias disfuncionais” portanto trabalhe seu casamento e traga-o para dentro da normalidade tornando-o funcional , e que possa gerar famílias funcionais.

3 comentários:

Elma Edlla :) disse...

é verdade pastor Miguel... familias disfuncionais são originadas de casamentos disfuncionais, os quais geram filhos disfuncionais que fazem parte de uma sociedade praticamente disfuncional. (nossa... viajei geral agora! adorei a palavra disfuncional, vou usar na minha prova de redação...)
pois é, infelizmente os valores familiares foram sendo perdidos ao passar dos anos. A palavra casamento faz parte do relativismo, vai variando de pessoa a pessoa. :(
mas é tempo de pescar, tempo de renovar as esperanças em Jesus Cristo e principalmente recomeçar!
construir cada vez mais familias funcionais originadas de casamentos funcionais..
( não se preocupe, não vou começar tudo de novo...)
:)

Anônimo disse...

Deus abençoe você , vamos juntos cpontruir uma sociedade funcional.. e ela só funcionará quando Jesus for Senhor..

Anônimo disse...

Que a vida seja pautada em preceitos cristãos ou nos perderemos sem ação, no constituir uma nova ordem social...assim na terra como no céu.